Últimos itens adicionados do Acervo: Centro Hospitalar do Porto

O CHP é um hospital central e universitário pela sua associação ao Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Página 15 dos resultados de 1327 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Defeitos congénitos de glicosilação (cdg) em portugal: a ponta do iceberg

Quelhas, Dulce; Matthijs, G; Jaeken, J; Sousa, D; Laranjeira, F; Lacerda, L
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/06/2014 Português

‣ Adesão à terapêutica antirretrovírica de um grupo de mulheres

Santos, Ana Rita; Ventura, Ângela; Pereira, Marta; Rocha, Patrocínia; Sarmento e Castro, Rui
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/06/2014 Português

‣ Intoxicações agudas como motivo de admissão no CHP

Rocha, Alexandra; Miguel, Ana; Marinho, Bárbara; Rodrigues, Catarina; Teixeira, Catarina; Martins, Joana; Miranda, Joana; Moreno, Joana; Rema, João; Relvas, Maria; Vieira, Paula; Veiga, Rita; Macedo, Tiago
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/06/2014 Português

‣ Alcoolismo na adolescência: a realidade de um Serviço de Pediatria

Aires, Sofia; Neves, sérgio; Cálix, Maria José; Figueiredo, Cecília; Silveira, Alzira
Fonte: Nascer e Crescer Publicador: Nascer e Crescer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2014 Português
Introdução: O álcool é a droga de abuso mais consumida entre os adolescentes, levando a acidentes, comportamentos de risco, problemas escolares e familiares e dependência. Objetivos: Caracterizar o perfil e o padrão de consumo de álcool dos adolescentes admitidos por intoxicação alcoólica no serviço de urgência pediátrico do Centro Hospitalar Tondela- -Viseu. Métodos: Estudo retrospetivo descritivo dos casos de adolescentes entre os 11 e 17 anos e 364 dias admitidos no serviço de urgência pediátrico do Centro Hospitalar Tondela-Viseu com o diagnóstico de intoxicação alcoólica aguda entre Janeiro 2006 e Dezembro de 2010 (cinco anos). Resultados: Foram admitidos 74 adolescentes com diagnóstico de intoxicação alcoólica aguda, com idade média de 15 anos e maioritariamente do sexo masculino. O contexto dominante foi festivo, com colegas, preferindo as bebidas destiladas. Na admissão a pontuação pela Escala de Glasgow foi em média 12 (7% casos com Glasgow inferior a oito). A taxa de alcoolemia média à entrada foi de 1,78g/l, com um máximo de 3,47g/l. Detetaram-se consumos de outras drogas em 10% dos casos. Como comorbilidades predominaram as lesões tipo escoriações e traumatismos cranianos leves; apenas um caso de fratura supraorbitária. Apenas sete casos necessitaram de internamento superior a 24 horas. Discussão e conclusões: Os consumos dos adolescentes admitidos no nosso serviço são experimentais...

‣ Recém-nascido no Serviço de Urgência – casuística do ano 2011 de um Centro Hospitalar

Ratola, Ana; Machado, Marta; Almeida, Ângela; Pio, Daniela; Almeida, Sílvia
Fonte: Nascer e Crescer Publicador: Nascer e Crescer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2014 Português
Introdução: O nascimento de um filho é um desafio para os pais. Assim, no período neonatal, surgem frequentemente dúvidas que motivam a ida ao Serviço de Urgência (SU), muitas vezes sem justificação clínica. Objetivos: Caracterizar as admissões de recém-nascidos (RN) no SU num período de 12 meses e avaliar a justificação do atendimento pediátrico urgente. Material e métodos: Análise retrospetiva dos episódios de urgência dos RN que recorreram ao nosso hospital entre Janeiro e Dezembro de 2011. Resultados: No período em estudo, recorreram 394 RN (20% foram observados em mais do que uma ocasião), representando 1,3% das admissões no SU Pediátrico; 20% referenciados por profissionais de saúde. Os principais motivos de recurso foram queixas gastrointestinais (31%), lesões cutâneo-mucosas (18%), icterícia (17%) e queixas respiratórias (15%). Foram realizados exames complementares em 44% das admissões, sendo os mais frequentes, bilirrubina transcutânea e análise de urina. Instituiu-se terapêutica em 18% dos casos. Os diagnósticos mais frequentes corresponderam a patologia neonatal benigna e problemas de puericultura em 57% dos casos (n=283). A maioria dos RN (75,6%) teve alta para o domicílio. A mediana da idade materna foi de 30 anos e 58...

‣ Gastric cancer: an opportunity for prevention

Areia, M; Pimentel-Nunes, P.; Marcos-Pinto, R.; Dinis-Ribeiro, M.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português

‣ Lesão Renal Aguda e Rabdomiólise como Apresentação da Doença de Mcardle

Costa, R.; Castro, R.; Costa, A.; Taipa, R.; Viscaíno, R.; Morgado, T.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
A doença de McArdle apresenta-se tipicamente por mialgias, intolerância aos esforços, cãibras e mioglobinúria na infância ou jovens adultos. A deficiência hereditária da enzima miofosforílase incapacita a degradação de glicogénio, com consequente acumulação no tecido muscular e défice energético. A rabdomiólise pode ocorrer e complicar-se de lesão renal aguda mas raramente, em cerca de 11% dos casos, é manifestação inicial da doença. Apresentamos um caso de Doença de McArdle num paciente de 38 anos de idade. Tinha antecedentes de mialgias, intolerância aos esforços e episódio isolado de mioglobinúria. A doença foi diagnosticada num episódio de rabdomiólise grave complicada de lesão renal aguda oligúrica, com necessidade de hemodiálise. A biópsia renal demonstrou necrose tubular aguda. Apesar da recuperação renal, os marcadores de lise muscular permaneceram elevados. Na suspeita de miopatia metabólica realizou biópsia muscular que revelou deposição subsarcolémica de glicogénio e ausência de atividade da miofosforilase. As miopatias metabólicas devem ser consideradas na abordagem de LRA associada a rabdomiólise severa.

‣ Avaliação da Via Verde do Acidente Vascular Cerebral no Norte de Portugal: Caracterização e Prognóstico dos Utilizadores

Moutinho, M.; Magalhães, R.; Correia, M.; Silva, C.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Introdução: Em 2002 Portugal detinha uma das mais altas taxas de mortalidade por doenças cerebrovasculares entre os países europeus. Várias estratégias foram adoptadas para melhorar a prevenção da doença e o seu tratamento na fase aguda, entre as quais a criação da Via Verde do Acidente Vascular Cerebral. O objectivo deste trabalho é descrever a utilização e resultados desta estratégia no contexto de um registo prospectivo comunitário na Região Norte de Portugal. Material e Métodos: Foram registados todos os AVCs ocorridos entre 1 de Outubro de 2009 e 30 de Setembro de 2010 nos utentes inscritos no agrupamento de centros de saúde do Porto Ocidental e nos de Mirandela e Vila Pouca de Aguiar. Para a detecção de casos utilizaram-se múltiplas fontes de informação: notificação via WEB, e-mail, Alerta P1 e pesquisas sistemáticas em registos disponibilizados pelas entidades envolvidas - urgências hospitalares, listas de altas, procedimentos de diagnóstico, óbitos, Via Verde do Acidente Vascular Cerebral e serviço de atendimento de situações urgentes. Resultados: Ocorreram 600 AVCs em 241 000 habitantes (taxa de incidência de 250 / 100 000), dos quais 434 foram primeiros na vida (180 / 100 000). Foram registados 72 acessos à Via Verde do Acidente Vascular Cerebral...

‣ Que Fatores Determinam os Níveis de Atividade Física após Programa de Reabilitação Cardíaca?

Soares, D.; Viamonte, S.; Magalhães, S.; Ribeiro, M.; Barreira, A.; Fernandes, P.; Torres, S.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
introdução: Os Programas de Reabilitação Cardíaca ganharam enorme relevância na prevenção de doenças cardiovasculares constituindo um desafio assegurar a prática de exercício físico regular durante e após o fim do programa supervisionado. O objetivo deste trabalho foi determinar os fatores que influenciam os hábitos de atividade física 12 meses após um Programa de Reabilitação Cardíaca.Material e Métodos: Estudo prospetivo abrangendo 580 doentes com cardiopatia isquémica consecutivamente orientados para Programas de Reabilitação Cardíaca na Unidade de Reabilitação Cardiovascular do Centro Hospitalar do Porto, entre Janeiro de 2008 e Junho de 2011. Avaliaram-se os níveis de atividade física através do International Physical Activity Questionnaire realizado no início do programa, aos 3 e 12 meses depois. Foram testados como potenciais determinantes dos hábitos de atividade física a longo prazo: idade; sexo; fatores de risco modificáveis; capacidade funcional (alcançada em prova de esforço); análises laboratoriais (HbA1c, perfil lipídico, Proteína C Reativa e Peptideo Natriurético Cerebral). Realizou-se análise de regressão linear para identificar os preditores significativos e encontrar o melhor ajuste do modelo.Resultados: A idade avançada...

‣ Psoríase e Doença Cardiovascular

Torres, T.; Sales, R.; Vasconcelos, C.; Selores, M.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
A psoríase é uma doença inflamatória sistémica crónica, frequente, associada a várias comorbilidades, destacando-se a obesidade, a hipertensão arterial, a diabetes, a dislipidemia e síndrome metabólico. Adicionalmente associa-se também a aumento do risco de doença cardiovascular – enfarte agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral. A inflamação sistémica crónica presente na psoríase tem sido sugerida como um factor de risco independente para estas comorbilidades e para o aparecimento de aterosclerose precoce. Esta revisão das várias comorbilidades cardio-metabólicas e do risco de doença cardiovascular associado à psoríase tem como objectivopromover o conhecimento e alertar os clínicos para a necessidade de rastreio, monitorização e tratamento dos factores de risco de doença cardiovascular nestes doentes.

‣ Impact of Biosimilars in Psoriasis Treatment

Torres, T.; Filipe, P.; Selores, M.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português

‣ Doença de Pompe Juvenil: Estudo Retrospetivo de Casuística Clínica

Loureiro-Neves, F.; Garcia, P.; Madeira, N.; Araújo, H.; Rodrigues, F.; Estevão, M.; Lacerda, L.; Diogo-Matos, L.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
ntrodução: A doença de Pompe ou glicogenose tipo II é uma doença autossómica recessiva por deficiência de maltase ácida. É uma entidade rara, com prevalência de 1/40.000 nas populações holandesa e afro-americana e 1/46000 na população australiana. Embora se distingam três formas de apresentação (infantil, juvenil e do adulto), observa-se um amplo espectro clínico. Em Portugal está disponível terapêutica enzimática de substituição desde 2006.Material e Métodos: Fez-se o estudo retrospetivo de quatro doentes (duas das quais irmãs), baseado na revisão dos processos clínicos.Resultados: Em todas, a doença manifestou-se no segundo ano de vida. O tempo até ao diagnóstico variou entre dois e onze anos. Aquando do diagnóstico, todas apresentavam miopatia com atraso de aquisições motoras e em duas havia hipertrofia miocárdica. A suspeita clínica surgiu por insuficiência respiratória em contexto infeccioso em duas doentes. Em todas havia elevação da creatina quinase e das aminotransferases. Todas evoluíram com insuficiência respiratória crónica por síndrome restritiva. O diagnóstico foi baseado na diminuição da atividade da maltase ácida em fibroblastos (0 a 1,5% do limite inferior do normal). Na biópsia muscular...

‣ Can Power Laws Help Us Understand Gene and Proteome Information?

Tenreiro-Machado, J.; Costa, A.; Quelhas, M.
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Proteins are biochemical entities consisting of one or more blocks typically folded in a 3D pattern. Each block (a polypeptide) is a single linear sequence of amino acids that are biochemically bonded together. The amino acid sequence in a protein is defined by the sequence of a gene or several genes encoded in the DNA-based genetic code. This genetic code typically uses twenty amino acids, but in certain organisms the genetic code can also include two other amino acids. After linking the amino acids during protein synthesis, each amino acid becomes a residue in a protein, which is then chemically modified, ultimately changing and defining the protein function. In this study, the authors analyze the amino acid sequence using alignment-free methods, aiming to identify structural patterns in sets of proteins and in the proteome, without any other previous assumptions. The paper starts by analyzing amino acid sequence data by means of histograms using fixed length amino acid words (tuples). After creating the initial relative frequency histograms, they are transformed and processed in order to generate quantitative results for information extraction and graphical visualization. Selected samples from two reference datasets are used, and results reveal that the proposed method is able to generate relevant outputs in accordance with current scientific knowledge in domains like protein sequence/proteome analysis.

‣ Stent Thrombosis Eight Years Past Drug-Eluting Stent Placement – A Case Report

Baptista, A.; Ferreira, C.; Mateus, P.; Cyrne-Carvalho, H.; Moreira, I.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português

‣ Pulmonary Hypertension in Portugal: First Data from a Nationwide Registry

Baptista, R.; Meireles, J.; Agapito, A.; Castro, G.; Marinho-Silva, A:; Shiang, T.; Gonçalves, F.; Rubalo-Martins, S.; Nunes-Diogo, A.; Reis, A.
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Introduction. Pulmonary arterial hypertension (PAH) is a rare disease that must be managed in specialized centers; therefore, the availability of epidemiological national data is critical. Methods. We conducted a prospective, observational, and multicenter registry with a joint collaboration from five centers from Portugal and included adult incident patients with PAH or chronic thromboembolic pulmonary hypertension (CTEPH). Results. Of the 79 patients enrolled in this study, 46 (58.2%) were classified as PAH and 33 patients (41.8%) as CTEPH. PAH patients had a mean age of 43.4 ± 16.4 years. Idiopathic PAH was the most common etiology (37%). At presentation, PAH patients had elevated right atrial pressure (RAP) (7.7 ± 5.9 mmHg) and mean pulmonary vascular resistance (11.4 ± 6.5 Wood units), with a low cardiac index (2.7 ± 1.1 L·min−1·m−2); no patient was under selective pulmonary vasodilators; however, at follow-up, most patients were on single (50%), double (28%), or triple (9%) combination vasodilator therapy. One-year survival was 93.5%, similar to CTEPH patients (93.9%), that were older (60.0 ± 12.5 years) and had higher RAP (11.0 ± 5.2 mmHg, ). Conclusions. We describe for the first time nationwide data on the diagnosis...

‣ Giant cell tumours of the small bones of the hands and feet: long-term results of 30 patients and a systematic literature review

Oliveira, V.; van der Heijden, L.; van der Geest, I.; Campanacci, D.; Gibbons, C.; van de Sande, M.; Dijkstra, P.
Fonte: British Editorial Society of Bone and Joint Surgery Publicador: British Editorial Society of Bone and Joint Surgery
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Giant cell tumours (GCTs) of the small bones of the hands and feet are rare. Small case series have been published but there is no consensus about ideal treatment. We performed a systematic review, initially screening 775 titles, and included 12 papers comprising 91 patients with GCT of the small bones of the hands and feet. The rate of recurrence across these publications was found to be 72% (18 of 25) in those treated with isolated curettage, 13% (2 of 15) in those treated with curettage plus adjuvants, 15% (6 of 41) in those treated by resection and 10% (1 of 10) in those treated by amputation. We then retrospectively analysed 30 patients treated for GCT of the small bones of the hands and feet between 1987 and 2010 in five specialised centres. The primary treatment was curettage in six, curettage with adjuvants (phenol or liquid nitrogen with or without polymethylmethacrylate (PMMA)) in 18 and resection in six. We evaluated the rate of complications and recurrence as well as the factors that influenced their functional outcome. At a mean follow-up of 7.9 years (2 to 26) the rate of recurrence was 50% (n = 3) in those patients treated with isolated curettage, 22% (n = 4) in those treated with curettage plus adjuvants and 17% (n = 1) in those treated with resection (p = 0.404). The only complication was pain in one patient...

‣ Identification of novel nucleus pulposus markers: Interspecies variations and implications for cell-based therapiesfor intervertebral disc degeneration

Rodrigues-Pinto, R.; Richardson, S.; Hoyland, J.
Fonte: British Editorial Society of Bone and Joint Surgery Publicador: British Editorial Society of Bone and Joint Surgery
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Mesenchymal stem-cell based therapies have been proposed as novel treatments for intervertebral disc degeneration, a prevalent and disabling condition associated with back pain. The development of these treatment strategies, however, has been hindered by the incomplete understanding of the human nucleus pulposus phenotype and by an inaccurate interpretation and translation of animal to human research. This review summarises recent work characterising the nucleus pulposus phenotype in different animal models and in humans and integrates their findings with the anatomical and physiological differences between these species. Understanding this phenotype is paramount to guarantee that implanted cells restore the native functions of the intervertebral disc.

‣ Management of pediatric traumatic macular holes - case report

Azevedo, S.; Ferreira, N.; Meireles, A.
Fonte: Karger AG Publicador: Karger AG
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
PURPOSE: To report and describe the clinical course of four pediatric traumatic macular hole (TMH) cases and respective management. CASE REPORT: Four pediatric patients with macular hole following blunt ocular trauma underwent early pars plana vitrectomy, with consecutive hole closure. Initial visual acuity was <20/400 or worse in all patients. After surgery, all patients had visual acuity improvement, with final visual acuity being <20/50 in 2 of the patients by the end of the follow-up. Macular hole closure was achieved in all patients with a single procedure, and anatomical success was confirmed by optical coherence tomography until the end of the follow-up. CONCLUSIONS: Although spontaneous closure of TMH is not uncommon, especially in pediatric patients, early pars plana vitrectomy seems to be a safe and effective choice in pediatric TMH management. The risk/benefit ratio of surgery seems to be better than observation.

‣ Hereditary neuropathy with liability to pressure palsy: a recurrent and bilateral foot drop case report.

Flor-de-Lima, F.; Macedo, L.; Taipa, R.; Melo-Pires, M.; Rodrigues, M.
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Hereditary neuropathy with liability to pressure palsy is characterized by acute, painless, recurrent mononeuropathies secondary to minor trauma or compression. A 16-year-old boy had the first episode of right foot drop after minor motorcycle accident. Electromyography revealed conduction block and slowing velocity conduction of the right deep peroneal nerve at the fibular head. After motor rehabilitation, he fully recovered. Six months later he had the second episode of foot drop in the opposite site after prolonged squatting position. Electromyography revealed sensorimotor polyneuropathy of left peroneal, sural, posterior tibial, and deep peroneal nerves and also of ulnar, radial, and median nerves of both upper limbs. Histological examination revealed sensory nerve demyelination and focal thickenings of myelin fibers. The diagnosis of hereditary neuropathy with liability to pressure palsy was confirmed by PMP22 deletion of chromosome 17p11.2. He started motor rehabilitation and avoidance of stressing factors with progressive recovery. After one-year followup, he was completely asymptomatic. Recurrent bilateral foot drop history, "sausage-like" swellings of myelin in histological examination, and the results of electromyography led the authors to consider the diagnosis despite negative family history. The authors highlight this rare disease in pediatric population and the importance of high index of clinical suspicion for its diagnosis

‣ A position paper of the EFLM Committee on Education and Training and Working Group on Distance Education Programmes/E-Learning: developing an e-learning platform for the education of stakeholders in laboratory medicine

Gruson, D.; Faure, G.; Gouget, B.; Haliassos, A.; Kisikuchin, D.; Reguengo, H.; Topic, E.; Blaton, V.
Fonte: De Gruyter Publicador: De Gruyter
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2013 Português
The progress of information and communication technologies has strongly influenced changes in healthcare and laboratory medicine. E-learning, the learning or teaching through electronic means, contributes to the effective knowledge translation in medicine and healthcare, which is an essential element of a modern healthcare system and for the improvement of patient care. E-learning also represents a great vector for the transfer knowledge into laboratory practice, stimulate multidisciplinary interactions, enhance continuing professional development and promote laboratory medicine. The European Federation of Laboratory Medicine (EFLM) has initiated a distance learning program and the development of a collaborative network for e-learning. The EFLM dedicated working group encourages the organization of distance education programs and e-learning courses as well as critically evaluate information from courses, lectures and documents including electronic learning tools. The objectives of the present paper are to provide some specifications for distance learning and be compatible with laboratory medicine practices.