Últimos itens adicionados do Acervo: Universidade Federal do Pará

Universidade Federal do Pará (UFPA) é uma universidade pública mantida pelo governo federal do Brasil. É considerada a maior, melhor e mais conceituada instituição federal da Região Norte do Brasil.

Página 9 dos resultados de 4789 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Abund?ncia, composi??o e diversidade de Arctiinae (Lepidoptera, Arctiidae) em um fragmento de floresta na Amaz?nia Oriental em Altamira, PA, Brasil

TESTON, Jos? Augusto; NOVAES, Jess? Bucioli; ALMEIDA J?NIOR, Jos? Ot?vio Barros
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Este estudo avaliou a fauna de Arctiinae em um fragmento de floresta prim?ria em Altamira, Par?, na Amaz?nia Oriental brasileira. As mariposas foram amostradas durante dois anos (de agosto de 2007 a julho de 2009), com aux?lio de armadilha luminosa. Foram medidos os seguintes par?metros: riqueza, abund?ncia, const?ncia, ?ndices de diversidade e uniformidade de Shannon (H' e E') e de Brillouin (H e E) e o ?ndice de domin?ncia de Berger-Parker (BP). As estimativas de riqueza, foram efetuadas atrav?s dos procedimentos n?o param?tricos, "Bootstrap", "Chao 1", "Chao 2", "Jackknife 1", "Jackknife2" e "Michaelis-Mentem". Foram capturados 466 exemplares pertencentes a 78 esp?cies de Arctiinae, das quais 12 s?o novos registros para o Estado. Os valores dos par?metros analisados para todo o per?odo foram: H'= 3,08, E'= 0,708, H= 2,86, E= 0,705 e BP= 0,294. As comunidades dos meses menos chuvosos foram mais diversas. Os estimadores previram o encontro de 17 a 253 esp?cies a mais.; ABSTRACT: This study evaluated the Arctiinae fauna in a fragment of primary forest in Altamira, Par?, Eastern Amazonia, Brazil. The moths were sampled during two years (from August 2007 to July 2009) with a light trap. The following parameters were measured: richness...

‣ Educa??o ambiental em Cana? dos Caraj?s: o programa de educa??o ambiental desenvolvido pela Vale na escola Adelaide Molinari

RODRIGUES, Leuzilda
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A presente Disserta??o, intitulada Educa??o Ambiental em Cana? dos Caraj?s: o Programa de Educa??o Ambiental desenvolvido pela Vale na Escola Adelaide Molinari, insere-se no contexto da Linha de Pesquisa Pol?ticas P?blicas Educacionais do Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o (PPGED) da Universidade Federal do Par?. O Programa de Educa??o Ambiental (PEA) da empresa Vale constitui-se no fen?meno pesquisado, instituindo-se como objetivo espec?fico a an?lise do Programa de Educa??o Ambiental desenvolvido pela Vale na Escola Municipal de Ensino Fundamental Adelaide Molinari, situada na Vila Planalto, munic?pio de Cana? dos Caraj?s-PA. A pesquisa possui abordagem qualitativa como aporte metodol?gico, com observa??es in loco na Escola Adelaide Molinari, estabelecendo-se as falas dos sujeitos entrevistados como as bases de an?lise do PEA da Vale. O resultado da pesquisa demonstra que o Programa de Educa??o Ambiental desenvolvido na Escola Adelaide Molinari trata a quest?o ambiental nos aspectos meramente f?sicos e natural?sticos em detrimento da quest?o socioambiental. Esse fato favorece implicitamente a Empresa Vale que, por meio de sua orienta??o de conte?do trabalhado dentro da Escola, n?o enseja questionamentos da comunidade quanto ?s a??es degradantes promovidas pela empresa. A pesquisa apontou a aus?ncia da efetiva??o da Pol?tica Municipal de Educa??o Ambiental pelo poder p?blico local. Constatou-se tamb?m que essa aus?ncia favorece a a??o da Vale...

‣ Miner?a y actores sociales: estudio comparativo entre Parauapebas (Par?, Brasil) y El Pangui (Zamora Chinchipe, Ecuador)

PARDO ENR?QUEZ, Dalton Marcelo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Esta tese ? o de informar a seu leitor a situa??o atual da minera??o e ?s intera??es de comunica??o pelos diferentes atores sociais relacionada com minera??o da Amaz?nia tanto equatoriana como brasileira. D? uma compreens?o de sua funcionalidade dentro do "sistema" assim como de sua normaliza??o e regulamenta??o do "mundo da vida", onde a racionalidade seria insuficiente para chegar a compreender os diferentes contextos das situa??es dadas e, mas bem ? necess?rio usar os imperativos do "mundo da vida", a fim de ter uma melhor compreens?o da din?mica da minera??o. A principal t?cnica metodol?gica abordada ? caracterizada pela an?lise de discurso com base em entrevistas semi-estruturadas aplicadas ? diversidade de atores sociais em tr?s n?veis institucionais, semi-institucionais e extra-institucional correspondente a cada uma de suas estruturas funcionais sejam as mesmas no pol?tico, social, econ?mico, ecol?gico e cultural, e sua rela??o coma "Teoria da A??o Comunicativa" de J?rgen Habermas; Na qual trabalhou-se as estruturas funcionais do Estado (Governo) e Pol?ticas P?blicas (constitui??o, Lei de minera??o) capaz de fazer frente ?s redu??es cognitivo-instrumental da racionalidade; em segundo lugar, de um conceito de sociedade (a??o coletiva e "mundo da vida") articulado em dois n?veis...

‣ O modelo policial e as pol?ticas institucionais no controle da viol?ncia e da criminalidade: um estudo na pol?cia civil do Par?

BEZERRA, Thais Maia Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A seguran?a p?blica, de acordo com a Constitui??o Federal Brasileira de 1988, ? dever do Estado, direito e responsabilidade de todos. ? exercida nas diversas esferas de atribui??es pelas institui??es policiais bem como por outras organiza??es com o objetivo de preservar a ordem p?blica e a incolumidade das pessoas e do patrim?nio, assegurando a plenitude do Estado Democr?tico de Direito. Na esfera estadual, a Pol?cia Civil ? um dos ?rg?os respons?veis pela garantia da prote??o da sociedade, possuindo uma estrutura organizacional e uma ger?ncia voltada para o cumprimento de sua miss?o institucional. Diante de uma car?ncia de pesquisas em rela??o ?s institui??es do estado do Par?, principalmente aquelas voltadas para a seguran?a p?blica, este trabalho se prop?e a investigar o modelo policial adotado na Pol?cia Civil do Par? no que tange a estrutura organizacional e a gest?o do ?rg?o bem como as pol?ticas institucionais realizadas com o prop?sito de controlar a viol?ncia e a criminalidade no estado. Como resultado observa-se que Pol?cia Civil do Par? se organiza estruturalmente em diretorias, assessorias e divis?es, alicer?ando o exerc?cio da atividade policial, tendo como representa??o m?xima do ?rg?o a figura do Delegado Geral de Pol?cia Civil. Em rela??o ao gerenciamento da Institui??o...

‣ Ensaios estereol?gicos e morfologia tridimensional na forma??o hipocampal de aves migrat?rias marinhas: an?lise quantitativa da imunomarca??o seletiva de neur?nios e micr?glia em Calidris pusilla e Actitis macularia

DINIZ, Cristovam Guerreiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
Português
? objetivo do presente trabalho implantar como modelos para estudo da forma??o hipocampal das aves migrat?rias as esp?cies de ma?arico Calidris pusilla e Actitis macularia que abandonam as regi?es geladas do Canad?, fugindo do inverno, em dire??o ? costa da Am?rica do Sul e do Caribe onde permanecem at? a primavera quando ent?o retornam ao hemisf?rio norte. Mais especificamente pretende-se descrever a organiza??o morfol?gica qualitativa e quantitativa da forma??o hipocampal, empregando citoarquitetonia com cresil violeta e imunomarca??o para neur?nios e c?lulas da glia, sucedidas por estimativas estereol?gicas do n?mero total de c?lulas identificadas com marcadores seletivos para aquelas c?lulas, assim como comparar a morfologia tridimensional da micr?glia das aves com a dos mam?feros. As coletas de campo para a caracteriza??o da forma??o hipocampal do Calidris pusilla e Actitis macularia em seus aspectos morfol?gicos foram feitas no Brasil na Ilha Canelas (0?47'21.95"S e 46?43'7.34"W) na Costa da Regi?o Nordeste do Par? no munic?pio de Bragan?a, e no Canad?, na Baia de Fundy perto de Johnson's Mills na cidade de New Brunswick (45?50'19.3" N 64?31'5.39" W). A defini??o dos limites da forma??o hipocampal foi feita empregando-se as t?cnicas de Nissl e de imunomarca??o para NeuN. Para a defini??o dos objetos de interesse das estimativas estereol?gicas e das reconstru??es tridimensionais empregou-se imunomarca??o com anticorpo anti-NeuN para neur?nios e anti-IBA- 1 para micr?glia. As estimativas estereol?gicas revelaram em m?dia n?mero similar de neur?nios nas duas esp?cies enquanto que no hipocampo de Actitis macularia observou-se n?mero de micr?glias 37% maior do que no de Calidris pusilla. Al?m disso...

‣ A??o afirmativa para o trabalhador velho

SILVA J?NIOR, Paulo Isan Coimbra da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O estudo enfoca as a??es afirmativas para o trabalhador velho e tem o prop?sito de investigar se estas a??es constituem meio h?bil para a supera??o da presente inferioriza??o da pessoa velha nas rela??es de trabalho brasileiras. Esta discuss?o encontra-se dividida em tr?s cap?tulos. No primeiro, buscou-se analisar os processos de hierarquiza??o produzidos pela modernidade capitalista, destacando-se o sistema de hierarquiza??o baseado no crit?rio et?rio que leva ? inferioriza??o das pessoas velhas na sociedade atual e se reflete nas rela??es de trabalho. No segundo cap?tulo, objetivou-se identificar os instrumentos normativos dispon?veis para o combate da inferioriza??o das pessoas velhas nas rela??es de trabalho, com especial aten??o ?s a??es afirmativas. No terceiro cap?tulo, discutiu-se a adequa??o ? realidade brasileira das a??es afirmativas destinadas ao trabalhador velho. No campo metodol?gico, o estudo caracteriza-se como uma pesquisa do tipo te?rica, que se valeu de procedimentos de levantamento bibliogr?fico - na ?rea da Antropologia, Sociologia, e Direito - e de documenta??o em bases legislativas, administrativas e judiciais.; RIASSUNTO: II presente saggio si concentra sulle azioni positive per il lavoratore vecchio e ha come scopo investigare se tali azioni sono capaci di superare la situazione di inferiorit? della persona vecchia nei rapporti di lavoro brasiliani. Questa discussione ? suddivisa in tre capitoli. Nel primo...

‣ A Crian?a na fotografia: o retrato da inf?ncia na primeira metade do s?culo XX em Bel?m do Par? (1900 a 1950)

NASCIMENTO, Sebasti?o Val?rio Silveira do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O presente estudo tem por objetivo analisar a inf?ncia na fotografia de crian?as na cidade de Bel?m do Par? da primeira metade do s?culo XX. Portanto, a pesquisa versa sobre a import?ncia da fotografia enquanto documento hist?rico, que revela m?ltiplos significados; importando, sobretudo, o seu potencial enquanto linguagem representativa da inf?ncia e ou de uma concep??o de inf?ncia constru?da no cen?rio da cidade de Bel?m do Par?, no per?odo que compreende a primeira metade do s?culo XX. A fotografia ? uma fonte hist?rica, ? uma imagem/documento. No caso de fotos para ?lbum de fam?lia, tem-se por registro da hist?ria familiar e s?cio familiar, n?o necessariamente devem estar dentro de um ?lbum, mas apenas, que apresentem tais caracter?sticas, pois literalmente revelam os modos e as circunstancias em que a fam?lia ou parte dela ? fotografada. J? as fotografias de crian?as em revistas, s?o deslocamentos das fotos que geralmente eram produzidas para interesse da pr?pria fam?lia para coloc?-las em seus ?lbuns, entretanto, tamb?m eram utilizadas como forma de promo??o familiar dentro de publica??es avulsas nas revistas ou peri?dicos das primeiras d?cadas do s?culo XX. Geralmente acompanhados de uma mensagem discursiva elevando o ?nome? da fam?lia. A fotografia permite que quase toda pessoa (n?o s? as mais abastadas) possa se transformar em objeto-imagem...

‣ A navega??o regional como mecanismo de transforma??o da economia da borracha

MORAES, Rinaldo Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Trata da transforma??o do mercado amaz?nico no s?culo XIX, a partir da economia da borracha, tendo como teoria de base o sentido de transforma??o de mercado de Karl Polanyi ? autor do cl?ssico A grande transforma??o: as origens de nossa ?poca, publicado em 1944. Trata-se, portanto, de um trabalho de hist?ria econ?mica com fundamenta??o te?rica extra?da da sociologia econ?mica. As transforma??es que estavam ocorrendo no mercado amaz?nico se delineavam em v?rias esferas ? principalmente a partir da d?cada de 1870, quando a economia regional passa a se inserir definitivamente no padr?o de acumula??o capitalista. Ocorreram transforma??es mercadol?gicas nos seringais do Par? (seringais dos rios Acar?, Capim, Guam? e Moju, ilha do Maraj?, rio Xingu e rio Tapaj?s ? todos esses de fase pr?-capitalista) at? o Amazonas (seringais dos rios Solim?es, Madeira, depois Purus e Juru?, no Acre ? esses agora no est?gio de economia capitalista), transforma??es no perfil da m?o-de-obra dos seringais (dos tapuios aos imigrantes nordestinos), transforma??es na infra-estrutura das cidades, principalmente Bel?m e Manaus, e transforma??es no padr?o das invers?es de capital, principalmente de origem estrangeiro. A navega??o regional (tanto tradicional dos barcos ? vela...

‣ Sobreposi??o de nicho de duas esp?cies simp?tricas de Arthrosaura (Squamata: Gymnophthalmidae), na Floresta Nacional de Caxiuan?, Par?

SILVA, Kleiton Rodolfo Alves da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Em geral, esp?cies pr?ximas filogeneticamente usam recursos similares e podem ser potenciais competidores. No entanto, elas podem divergir em um dos tr?s eixos que norteiam o seu nicho, temporal, espacial e tr?fico. Essas diferen?as podem ser determinantes para a coexist?ncia de popula??es. Pressupondo que as popula??es de Arthrosaura interagem, e pode ocorrer sobreposi??o de nicho, quais estrat?gias elas adotaram para minimizar a competi??o permitindo a conviv?ncia de ambas? O presente estudo tem como objetivo investigar o nicho espacial, temporal e tr?fico de Arthrosaura kockii e A. reticulata na Amaz?nia oriental (01?42'30"S, 51?31'45" W), localizada nos munic?pios de Melga?o e Portel, Par?, Brasil, onde foram realizadas tr?s expedi??es. Os animais foram coletados atrav?s do m?todo de Procura Ativa, iniciando as 06h e finalizando ?s 18h. Foram analisados 107 A. kockii e 115 A. reticulata, desses, 107 e 113 respectivamente, apresentaram itens alimentares. Foram contabilizados 26 itens, destes 25 itens foram consumidos por A. reticulata e 14 foram consumidos por A. kockii. A esp?cie A. reticulata apresentou uma maior amplitude tr?fica nos meses chuvosos e na maior parte do per?odo seco, enquanto que A. kockii apresentou uma maior amplitude no in?cio do per?odo seco. Os itens mais importantes (IA%)...

‣ Leitura e forma??o docente nas vozes de futuros professores

SILVA, Sueli Pinheiro da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Este trabalho busca investigar o modo como a pesquisa acad?mica vem discutindo futuros professores acerca de sua forma??o leitora e acad?mica. Os sujeitos da pesquisa s?o alunos majoritariamente concluintes do curso de Licenciatura em Letras da Universidade Federal do Par? (UFPA) e de Forma??o de Professores para o Pr?-escolar e 1? a 4? S?rie do Ensino Fundamental (atualmente correspondente ao de Pedagogia), da Universidade Estadual do Par? (UEPA). O corpus se constitui em um conjunto de trinta relatos, gerados por meio de entrevistas semi-estruturadas em torno de determinados temas que serviram de par?metro para a an?lise dados. Do ponto de vista te?rico-disciplinar, o estudo inscreve-se na esteira de estudos em Ling??stica Aplicada, especialmente naqueles que se ocupam da problem?tica do letramento e da forma??o docente. J? do ponto de vista metodol?gico, a an?lise empreendida pressup?e ser poss?vel detectar nos relatos dos alunos ? naquilo que dizem e no modo com que esse dizer ? formulado ? ind?cios de suas percep??es sobre o tema em quest?o no estudo ? a rela??o entre leitura e forma??o docente considerando essa rela??o no dom?nio das licenciaturas, na ?rea das humanidades, em duas institui??es p?blicas de ensino superior. Tais ind?cios relacionam-se n?o apenas ao papel da leitura na sua forma??o...

‣ A hist?ria da matem?tica como metodologia de ensino da matem?tica: perspectivas epistemol?gicas e evolu??o de conceitos

GOMES, Emerson Batista
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Somos frequentemente tachados de uma popula??o sem mem?ria, n?o por n?o termos passado, isso seria absurdo sendo que nossa p?tria ? respons?vel por v?rias constru??es culturais e conquistas cient?fico-tecnol?gicas. O problema reside no car?ter de neglig?ncia que a maioria da popula??o est? habituada quando da conserva??o dos bons valores e saberes. Sendo assim, muitas atividades e procedimentos s?o tratados com descaso por esta parte da popula??o. N?o estamos tratando aqui apenas da popula??o com pouco ou nenhum acesso ? educa??o, mas das classes intelectualizadas que confiam na ci?ncia como algo acabado e sem fundamenta??o hist?rica, uma vez que primam pelos resultados obtidos e n?o pelos meios de constru??o destes conhecimentos. ? neste contexto que julgamos se justificar nossa asser??o epistemol?gica. Possu?mos o entendimento de que nada relacionado ao processo de ensino deve ser tratado sem uma forma??o conceitual paltada na sua hist?ria. Isto por acreditarmos que somente ap?s um ato de reflex?o sobre as a??es praticadas no cotidiano acad?mico, podemos perceber as devidas rela??es incorporadas ao campo da consci?ncia pessoal, social e cultural. Tendo incorporado tal ideal, sentimos a necessidade de respaldo no certame da Educa??o Matem?tica...

‣ Forma??o continuada de professoras de inf?ncia no Baixo Tocantins: concep??es de crian?a [inf?ncia] e interdisciplinaridade

SILVA, Adriano Sales dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Os processos de forma??o continuada de professoras de inf?ncia t?m ganhado import?ncia no ?mbito das pol?ticas de educa??o no Brasil nos primeiros anos do s?culo XXI. Seu principal objetivo tem sido proporcionar n?veis de qualidade da atua??o dos docentes que cuidam e educam as crian?as menores de sete anos. Para combater o d?ficit hist?rico no plano do acesso e da qualidade, algumas iniciativas governamentais t?m sido apresentadas ? comunidade acad?mica numa tentativa de integra??o em rede. Afinal, qualquer a??o que pretenda impactar na qualidade da forma??o dos professores em n?vel nacional exige a participa??o das universidades. Nesse sentido, a parceria entre os governos federal, estadual e municipal com as universidades tem buscado construir experi?ncias consistentes, com ?nfase na modalidade da educa??o a dist?ncia. Neste trabalho, discuto as concep??es sobre crian?a, inf?ncia e interdisciplinaridade das professoras da regi?o paraense do Baixo Tocantins a partir da atua??o do Programa EDUCIMAT: Forma??o, Tecnologia e Servi?os em Educa??o em Ci?ncias e Matem?tica que tem por objetivo formar professores tutores capazes de mediar a forma??o continuada de outros professores no contexto do munic?pio. Para isso, constru?mos os dados da pesquisa por meio de question?rios...

‣ Um enfoque s?cio-hist?rico do processo de ensino e de aprendizagem do conceito de energia mec?nica

PUREZA, Odifax Quaresma
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Este estudo procurou identificar nas explica??es constru?das nas intera??es em sala de aula, elementos que indicassem a forma pela qual os estudantes constroem o conceito de energia mec?ncia e suas formas, na ?tica da Teoria S?cio-Hist?rica, observando tamb?m se o processo de ensino e de aprendizagem proporcionaram evolu??o nas id?ias dos estudantes. As informa??es fornecidas pelos estudantes no pr?-teste foram organizadas em categorias e comparadas ap?s o processo de ensino e de aprendizagem, com aquelas do p?s-teste. O processo de ensino e de aprendizagem ocorreu em uma sala nas aulas de F?sica de 1? s?rie do ensino m?dio, com 35 estudantes. A an?lise foi realizada atrav?s de uma aula gravada em fita v?deo-cassete tendo como crit?rio de sele??o dos epis?dios a forma como cada grupo construiu a resposta para a quest?o: em que tipo de energia, a energia mec?nica associada ? esfera no ponto A de um plano inclinado, se transforma ao chegar no ponto B do mesmo. Uma an?lise microgen?tica das intera??es e a produ??o de significados ocorridos em sala da aula foram avaliadas, procurando-se evidenciar; as inten??es do professor, o conte?do do discurso, a abordagem comunicativa, os padr?es de intera??o e as formas de interven??es do professor...

‣ A forma??o de professores no curso de hist?ria da Universidade Federal do Par?: uma an?lise do projeto pol?tico pedag?gico

NASCIMENTO, S?rgio Bandeira do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O presente estudo apresenta como tem?tica a forma??o de professores e busca investigar a seguinte problem?tica: qual o tratamento dado ? forma??o o de professores para atuar na educa??o o b?sica a partir do atual projeto pol?tico pedag?gico do curso de Hist?ria da UFPA Buscamos compreender como se organiza a proposta curricular desse curso e como abordada a forma??o para a doc?ncia no referido PPP deste curso. A investiga??o se constituiu num estudo qualitativo com subs?dio te?rico de autores do campo historiogr?fico, do curr?culo e da forma??o docente. Adotamos uma an?lise documental e utilizamos documentos oficiais do CNE, como as DCN para os Cursos de Gradua??o em Hist?ria, as DCN para os cursos de Forma??o de Professores da Educa??o o B?sica e outros com abrang?ncia interna na UFPA, para compreender as suas influ?ncias sobre o PPP do curso investigado, que carrega as proposi??es formativas para o profissional de Hist?ria nesta IES. Analisando o PPP do curso de Hist?ria verificamos que a perspectiva formativa no curso investigado ancora-se na forma??o do professor-historiador, aproximando-se do modelo de forma??o do professor-pesquisador, preconizado pelas DCN, para a Forma??o de Professores; entretanto, n?o identificamos os meios epistemol?gicos e pr?ticos para a execu??o deste prop?sito de forma??o docente na configura??o da estrutura curricular...

‣ Travessias de forma??o e atua??o docente: movimenta??es identit?rias presentes nas pr?ticas discursivas de professores de licenciaturas da UFPA

SILVA, Gerl?ndia de Castro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Esta disserta??o corporifica o trabalho de pesquisa pautado na identifica??o e an?lise dos processos identit?rios presentes nas pr?ticas discursivas de professores de licenciatura da Universidade Federal do Par?. O trabalho investigativo foi balizado por uma quest?o/problema orientada a levantar que posi??es identit?rias s?o vivenciadas por docentes em sua trajet?ria de vida e percurso profissional. O principal objetivo deste estudo, portanto, foi verificar de que forma se processa a movimenta??o identit?ria de docentes durante a sua trajet?ria de forma??o e atua??o. O aporte te?rico e metodol?gico foi orientado por contribui??es foucaultianas e larroseanas que permitiram o exerc?cio de problematiza??o, questionamento, desconstru??o e atribui??o de sentido ?s narrativas coletadas. Permitiram, ainda, entender a doc?ncia como um campo perspectivado e as identidades como dispositivos marcados pela diferen?a. Foram coletadas informa??es a partir da discursividade produzida em narrativas de dois professores de licenciaturas do Campus Universit?rio de Castanhal. Dentre os resultados mais significativos se encontra o de que a atua??o de docentes na UFPA os coloca em lugares bastante diversificados, sendo eles, em todo momento, interpelados por um processo discursivo que tenta impor-lhes identifica??es e posturas a serem seguidas...

‣ Resolu??o de problemas nos anos iniciais de escolaridade: por que ? t?o dif?cil?

ALVES, Gleiciane de Sousa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Descreve uma pr?tica de sala de aula envolvendo crian?as de 3 e 4 s?rie do ensino fundamental de uma escola particular e analisa o desempenho dessas crian?as no processo de resolu??o de problemas de Matem?tica. Inicio descrevendo minha experi?ncia profissional ensinando matem?tica e tomo como refer?ncia as quest?es e inquieta??es resultantes dessa pr?tica. Para compreender tipos de problema e processos de resolu??o tomo como referencial te?rico Polya, Pozo, Saviani e Dante. No sentido de compreender a matem?tica presente no ensino fundamental e sua rela??o com a realidade, busco refer?ncias em Kamii, Machado e D'ambr?sio. Para an?lise dos processos desenvolvidos pelas crian?as me apoio principalmente em Vergnaud e Bachelard e, para compreender a minha pr?tica os referenciais te?ricos foram buscados predominantemente em Freire. Considerei, para an?lise, situa??es problemas extra?das da realidade. Analisando os processos desenvolvidos pelas crian?as percebi obst?culos ? aprendizagem ocasionados, principalmente, pela forma a partir da qual os problemas s?o apresentados, identifiquei conceitos n?o completamente formados, a utiliza??o de processos criados pelas pr?prias crian?as, dificuldades de matematiza??o das situa??es, assim como dificuldades de identifica??o e tratamento de dados...

‣ Educa??o do campo e participa??o social: reflex?es sobre a experi?ncia da Casa Familiar Rural de Camet?/PA

PRAZERES, Maria Sueli Corr?a dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A disserta??o investigou a experi?ncia da Casa da Casa Familiar Rural de Camet? com o objetivo mais amplo de identificar as contribui??es da experi?ncia para a vida,forma??o/escolariza??o e trabalho dos sujeitos do campo cametaense. Em sentido espec?fico objetivou analisar como se d? a participa??o dos sujeitos na din?mica da Casa Familiar Rural de Camet?; identificar os mecanismos utilizados pela Casa Familiar Rural de Camet? para motivar a participa??o dos sujeitos e as contribui??es da Casa Familiar Rural de Camet? na vis?o dos sujeitos que participam direta ou indiretamente da experi?ncia. O estudo se desenvolveu numa abordagem qualitativa de pesquisa, utilizando-se da entrevista semi-estruturada com jovens, pais, monitores, docentes, coordena??o pedag?gica, egresso, representantes dos movimentos sociais e membros da comunidade; e estudo documental analisando o referencial que d? suporte legal ? experi?ncia da Casa Familiar Rural de Camet?, e os cadernos dos alunos e documentos internos da experi?ncia. O estudo permitiu por um lado, constatar que a experi?ncia da Casa Familiar Rural de Camet? ? significativa para os sujeitos do campo, uma vez que os conhecimentos s?o organizados a partir da realidade dos mesmos. Nesse sentido, foi poss?vel identificar que a proposta assentada na Pedagogia da Altern?ncia pode ser uma alternativa educacional vi?vel para o campo cametaense. A partir das entrevistas identificamos o esfor?o para que ocorra a integra??o escola/fam?lia/comunidade na din?mica educacional da CFR de Camet?...

‣ Agressividade e o adolescente em conflito com a lei: um estudo psicanal?tico

CRUZ, Alexandre Th?o de Almeida
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A presente disserta??o de mestrado trata-se de uma pesquisa te?rica fundamentada na psican?lise e na psicopatologia fundamental e prop?e um estudo sobre agressividade e o adolescente em conflito com a lei. Primeiramente demonstra-se como a agressividade ? constitutiva da subjetividade, ou seja, existe em todos os sujeitos humanos, tomando como base a an?lise feita por Freud em o Mal-estar na civiliza??o (1930); posteriormente estuda-se a agressividade em Winnicott (2002) o qual tamb?m afirma ser esta constitutiva da subjetividade e enfatiza a import?ncia de se compreender este conceito em sua rela??o com a tend?ncia anti-social e a delinqu?ncia. Em seguida, apresenta-se uma reflex?o sobre a conduta anti-social e a delinqu?ncia onde se destaca o pensamento de Vilhena (2002) que diferencia agressividade e viol?ncia ao mesmo tempo em que articula os conceitos de de-priva??o com aspectos da contemporaneidade, destacando que a fam?lia ? o lugar do suporte para o adolescente que transgride as leis sociais, assim como a fal?ncia dos pap?is parentais deve ser levada em considera??o no estudo da agressividade, tend?ncia anti-social e delinqu?ncia. Por fim apresenta-se a teoria de Marta Gerez-Ambert?n (2004) sobre o "sujeito do ato" Para a autora o sujeito deve ter um comprometimento subjetivo com seus atos atrav?s de seu discurso. Trabalha-se com a hip?tese de que os adolescentes em conflito com a lei tentam encontrar respostas a seus conflitos e desejos inconscientes. Outrossim...

‣ Reflex?o epistemol?gica e memorial?stica: uma experi?ncia na forma??o continuada de professores de ci?ncias

SILVA, Paulo S?rgio Ara?jo da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Trata de investiga??o desenvolvida durante processo de fonna??o continuada de professores de ci?ncias (das disciplinas Qu?mica, Biologia, F?sica e Ci?ncias da Educa??o B?sica) em uma universidade p?blica. Consiste em pesquisa narrativa por meio da qual se busca compreender rela??es entre reflex?o epistemol?gica e forma??o docente. Procurou-se, particularmente, investigar que tipos de reflex?es os sujeitos-professores constroem a partir da introdu??o de discuss?es relativas ao processo de produ??o, valida??o e apropria??o social do conhecimento cient?fico e as rela??es que estabelecem com suas hist?rias de atua??o e forma??o pessoal e profissional. Com essa inten??o foi estimulado nos professores um processo de d?s-aliena??o de si, solicitando que produzissem narrativas memorialistas, nas quais relataram aspectos sobre os quais havia incidido as quest?es epistemol?gicas postas em debate durante os, aproximadamente, dois meses em que durou a forma??o continuada. Al?m dos registros memorialistas, produzidos ao final do curso, foram utilizados, tamb?m, como fonte de investiga??o as transcri??es dos encontros semanais entre a Formadora e os professores registrados em ?udio; respostas a um question?rio aplicado no primeiro momento de contato com os professores e anota??es de campo produzidas durante os encontros. A an?lise do conjunto de materiais produzidos sinaliza que a a??o recursiva da mem?ria...

‣ Temas capitais da educa??o a dist?ncia: n?s e entren?s que tecem a rede da forma??o de professores

PINHEIRO, Sheila Costa Vilhena
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Este trabalho ? sobre a pr?tica de professores de matem?tica que atuam na educa??o de jovens e adultos (EJA). Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujo objetivo ? identificar, por meio das falas dos professores, os saberes por eles produzidos em sua pr?tica docente na EJA. Para a constru??o dos dados, realizamos entrevistas semi-estruturadas com seis professores de matem?tica da EJA e a aplica??o de question?rios para 48 alunos de uma escola do munic?pio de Bel?m/Par?. Dos di?logos que mantivemos com os professores de matem?tica da EJA emergiram saberes experienciais que desenvolvidos em sua pr?tica na EJA. Os saberes experienciais dizem respeito ao uso de linguagem e metodologias adequadas aos alunos, ? contextualiza??o dos conte?dos matem?ticos, ao resgate social dos alunos, entre outros. Por meio de suas experi?ncias, os professores reelaboram e adaptam seus saberes com base nas peculiaridades de seus alunos da EJA e na reflex?o que fazem sobre suas pr?prias pr?ticas. As falas dos professores de matem?tica evidenciam sua insatisfa??o com os conhecimentos recebidos em sua forma??o inicial para ensinar na EJA, o que os faz manter em suas pr?ticas, um constante processo de reflex?o e auto- forma??o para atuar nessa modalidade de ensino. Para tanto...