Página 1 dos resultados de 367 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Depósitos cenozóicos da região entre Marília e Presidente Prudente (SP); Not available.

Sallun, Alethea Ernandes Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
48.16938%
Depósitos cenozóicos ocorrem extensivamente entre Marília e Presidente Prudente (SP), sobrepostos em discordância (com concentrações basais de ferricretes e/ou linhas-de-pedra) ou transicionalmente às rochas cretácicas do Grupo Bauru. Eles se distribuem irregularmente na área de estudo e foram agrupados em depósitos colúvio-eluviais e aluviais segundo critérios sedimentológicos, genéticos e morfológicos. Os depósitos colúvio-eluviais são caracterizados pela predominância de areia e areia argilosa com alta maturidade mineralógica. Os depósitos mais espessos são caracterizados pela predominância de areia fina. Datações por termoluminescência indicam idade pleistocênica para os depósitos colúvio-eluviais (10.000±1.200 a 1.188.000±130.000 anos) e aluviais (12.700± 1.500 a 349.800±28.000 anos). Esses depósitos acham-se instalados sobre quatro superfícies peneplanizadas afeiçoadas no Quaternário: I (1.200.000 a 400.000 anos), II (400.000 a 120.000 anos), III (120.000 a 10.000 anos) e IV (10.000 a hoje). Durante o Quaternário ocorreram pulsos de erosão e sedimentação de depósitos coluviais, colúvio-eluviais e aluviais, intercalados com fases de desenvolvimento de solos sobre as rochas cretácicas. Estes eventos poderiam estar relacionados a mudanças paleoclimáticas e/ou atividades neotectônicas...

‣ Aspectos geológicos e principais recursos minerais da região de Franca-Pedregulho, Nordeste do Estado de São Paulo; Not available.

Hellmeister Júnior, Zeno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/1997 Português
Relevância na Pesquisa
38.678862%
Esta Dissertação de Mestrado teve como objetivo o estudo da geologia e dos recursos minerais na região de Franca e Pedregulho (SP), e pretende contribuir para um maior conhecimento geológico e tecnológico sobre os litotipos e mineralizações ali presentes e reavaliar a concepção da evolução geológica da área durante o Mesozóico e o Cenozóico. Os trabalhos de campo na região foram voltados à observações dos aspectos geológico-estratigráficos e das principais ocorrências minerais presentes (argilas esmectíticas e diamantes). Deste modo, caracterizou-se a faciologia, granulometria, mineralogia, conteúdo de minerais pesados, petrografia das unidades sedimentares e magmáticas e os tipos e controles dessas mineralizações. Foram elaborados mapas geológicos e de ocorrências minerais, e mapas de pontos na escala 1:50.000, das folhas Franca (SF-23- V-A-V-1) e Pedregulho (SF-23-V-A-II-3), aqui apresentados na forma digital, em escala 1:100.000. Os estudos laboratoriais envolveram análises granulométricas, mineralógicas, químicas, petrográficas, de minerais pesados e microscopia eletrônica de varredura da fração argila. Os trabalhos concentraram-se nas rochas sedimentares suprabasálticas, que diversos autores ora consideram como parte integrante da Bacia Bauru...

‣ Depósitos minerais secundários das cavernas Santana, Pérola e Lage Branca, município de Iporanga-São Paulo; Not available.

Barbieri, Alex José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/1993 Português
Relevância na Pesquisa
68.617847%
Neste trabalho são estudados os principais depósitos minerais secundários (espeleotemas) das cavernas Santana, Lage Branca e Pérolas, localizadas no município de Iporanga, região sul do estado de São Paulo. As cavernas desenvolvem-se em rochas carbonáticas da Formação Bairro da Serra, constituídas por metacalcários dolomíticos e magnesianos, com frequentes intercalações de centimétricas a métricas de filitos carbonáticos. A percolação de águas nesses maciços rochosos produzem soluções ricas em 'Ca POT. 2+', 'Mg POT. 2+', "SO IND. 4 'POT. 2-' e 'HCO ind, 3-', capazes de precipitar no interior das cavernas, minerais como calcita, aragonita, hidromagnesita, gipsita, óxidos e fosfatos. São depósitos gerados por gotejamentos, fluxo e armazenamento de soluções, transporte por capilaridade, exsudação, que proporcionam a formação de espeleotemas com hábitos cristalinos, formas e dimensões variadas. A compreensão destes mecanismos deposicionais envolveu experimentos de síntese em laboratório utilizando soluções saturadas de carbonato de cálcio e oxalato de amônio, além de dados químicos e mineralógicos obtidos da coleta de águas, rochas e espeleotemas. Estudou-se a gênese de estalactites, estalagmites...

‣ Abordagem probabilística na avaliação de depósitos de argila cerâmica

Stangler, Roger Luis
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.28728%
A argila é uma matéria-prima básica nos processos de fabricação de pisos e azulejos. Especificações industriais devem ser cumpridas para sua utilização como componente das formulações cerâmicas. A homogeneidade é vital. Nos depósitos minerais fonte desse material, as características cerâmicas da argila, sua representatividade, variabilidade e interação com a geologia local precisam ser bem conhecidas, a fim de propriamente quantificá-la e classificá-la de forma georeferenciada. Isso consubstancia a tomada de decisões mineiras relacionadas. Essa dissertação apresenta uma alternativa metodológica de avaliação de recursos geológicos e reservas recuperáveis de argila cerâmica, em uma perspectiva probabilística. Métodos geoestatísticos como krigagem e simulação estocástica são aplicados em suporte de blocos de lavra. Recursos geológicos ocorrentes nos diversos setores de um depósito estudado são estimados acuradamente. Em sua porção mais favorável reservas recuperáveis são avaliadas, sob critérios cerâmicos e de seletividade mineira, tomados separadamente e em conjunto, em escala global e local Para o estudo de caso apresentado, duas propriedades cerâmicas pós-queima são consideradas, absorção d’água e retração linear...

‣ Geoestatística de múltiplos pontos como ferramenta para a modelagem geológica de depósitos minerais

Pasti, Hélder Abel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.35943%
A modelagem das geometrias de corpos mineralizados é fundamental na avaliação e engenharia de qualquer depósito mineral. A construção de geometrias tridimensionais é convencionalmente baseada na união de seções verticais e horizontais interpretadas por um geólogo ou outro especialista da mina. Em alguns casos mais avançados são utilizados métodos geoestatísticos, tais como krigagem e/ou simulação de indicadores, simulações truncadas Gaussiana ou Plurigaussiana, as quais permitem automatizar e refinar o processo de modelagem. No entanto, estes métodos são probabilísticos e utilizam o variograma para representar a heterogeneidade geológica. A simulação geoestatística de múltiplos pontos (multiple-point simulation – MPS) é uma alternativa para a modelagem geoestatística tradicional baseada em variogramas, pois uma representação totalmente explícita dos padrões geológicos (uma imagem-referência, training image – TI) é usada no lugar dos variogramas. Embora seja hoje utilizada na modelagem de reservatórios de óleo e gás, existem poucos estudos mostrando a aplicação dessa técnica em depósitos minerais. A vantagem da abordagem MPS é fornecer representação mais realista da geologia através de uma parametrização mais acessível (a imagem-referência visual...

‣ Geologia e mineralogia dos depósitos de ametista da região entre Progresso e Nova Bréscia, RS.

Hoppe, Bruno Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.37703%
Em várias localidades entre os municípios de Progresso e Nova Bréscia, no Rio Grande do Sul, existem depósitos de ametista nas rochas vulcânicas da Formação Serra Geral (Bacia do Paraná), que vem sendo explotados de forma esporádica nos últimos anos. A ametista ocorre preenchendo cavidades em uma rocha vitrofírica, de cor preta e brilho vítreo a resinoso, que foi identificada em dois níveis com diferentes altitudes (± 280m e ± 490m). Associado a essa rocha portadora do minério, ocorrem níveis de rochas afaníticas a afíricas de coloração acastanhada a cinza. Através de análises petrográficas e químicas, auxiliadas por difratometria de Raios-X e microscopia eletrônica de varredura, essas rochas foram identificadas como riodacitos, caracterizados como sendo do magma ácido tipo Palmas (ATP). Tanto as rochas mineralizadas como as demais, são sempre hipocristalinas, constituídas por microfenocristais de plagioclásio (andesina/labradorita), piroxênio (augita/pigeonita) e opacos (magnetita titanífera), com micrólitos de mesma composição, envolvidos por uma matriz vítrea. A ametista ocorre em cavidades decimétricas, associada a quartzo incolor a esverdeado e calcedônia. Os cristais são em geral centimétricos e a cor varia de violeta claro a violeta escuro...

‣ Impact in long-term planning of optimization algorithms and mineral deposit geometry; Impacto de diferentes algoritmos e geometria de depósitos minerais no planejamento de longo prazo

Candido, Mateus Toniolo; Peroni, Rodrigo de Lemos; Hilario, Daniel Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.154795%
O principal objetivo do planejamento mineiro é determinar a distribuição de quantidade e qualidade do minério ao longo de uma sequência de tempo, ou seja, minério necessário para tornar o projeto técnica e economicamente viável. Esse sequenciamento é fundamental para o sucesso financeiro de uma atividade de mineração e, atualmente, esse sequenciamento ideal pode ser obtido através de vários aplicativos computacionais de mineração. A maioria dos estudos em planejamento de lavra apresenta a cava final calculada por um único algoritmo escolhido pelo engenheiro de projeto ou, simplesmente, por disponibilidade. Além disso, variações nos aspectos técnicos e geométricos do projeto podem ser impostas provocando diferenças nos resultados. Existem muitos algoritmos implementados em diversos programas comerciais para o cálculo da cava final e sequenciamento de longo prazo, e, por isso, um dos objetivos desse trabalho é verificar a eficácia dos algoritmos que obtiveram maior reconhecimento dentro da indústria mineral e verificar se existem diferenças relacionadas com o tipo de mineralização e depósito onde eles são aplicados. A comparação é realizada usando dois programas comerciais e dois algoritmos diferentes para determinar se as diferenças podem ser observadas para tipos de mineralização distintos. A aplicação da metodologia foi executada em modelos de blocos tridimensionais estimados e os resultados analisados para os três tipos de depósitos: um corpo de minério de cobre disseminado...

‣ Uma alternativa para a estimativa de teores em depósitos de ouro : geoestatística paramétrica de campo

Machado, Rochana da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.49192%
Teores elevados e erráticos são comuns no campo das geociências, encontrados principalmente em depósitos minerais de metais preciosos, tais como ouro e platina. A ocorrência de outliers, ou valores extremos, não parece seguir o mesmo padrão de ocorrência dos teores mais baixos. Devido aos possíveis efeitos na estimativa de teores, tais como superestimativa do metal contido, e consequentemente dos recursos minerais, os outliers devem ser identificados e tratados de forma cuidadosa. Analistas de recursos minerais têm trabalhado em diversos depósitos auríferos, e em todos eles, nenhum dos métodos matemáticos foi capaz de evitar intervenções manuais, tais como o corte de altos teores para estimativas locais ou a utilização de informações além dos dados para inferir os variogramas. A Geoestatística Paramétrica de Campo (FPG) foi estudada nesta dissertação como uma alternativa para a realização de estimativas a partir de dados que exibem distribuição de probabilidade altamente assimétrica. Esta técnica se propõe a efetuar o controle dos valores extremos com certo rigor matemático e menos subjetividade do que as técnicas atualmente aplicadas. Na aplicação da FPG, os teores e sua representatividade são incorporados a uma nova variável mais adequada às estimativas – a extensão acumulada padronizada do teor ( )...

‣ O problema da estimativa de recursos minerais no estudo de exequilidade de lavra

Miguel Antonio Cedraz Nery
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/1995 Português
Relevância na Pesquisa
47.94436%
O objetivo da dissertação é explorar as técnicas geoestatísticas de estimativa de recursos geológicos, relacionando-as aos conceitos de avaliação econômica, com a finalidade específica de aplicação em projetos de aproveitamento de depósitos minerais. A estimativa de recursos minerais pela técnica de krigagem permite avaliar a confiabilidade dos parâmetros da própria estimativa, através da variância de krigagem. Em função dela, os blocos krigados são classificados. Na conversão desses recursos em reservas, importa a definição do teor de corte, que garanta a recuperação e a remuneração do capital investido. A dissertação é ilustrada com o estudo de um depósito e aborda sistemática e instrutivamente os elementos necessários à avaliação de sua economicidade. No trabalho, determinados passos são seguidos para a avaliação do depósito, até a esfera do Projeto Conceitual de mina. Nesta etapa, a conversão dos recursos em reservas minerais ocorre apenas com a indicação da exeqüibilidade de lavra; The purpose of this dissertation is to explore the relationship between the geostatistics techniques of estimating geological resources and the concepts of economic evaluation, aiming specifically at applying them to projects of exploitation of mineral deposit. The resources estimate by the kriging technique allows quantification of its error through the kriging variance. According to the latter...

‣ Caracterização espectro-mineralogica e aspectos sobre a genese de materias-primas ceramicas classicas do Brasil : estudos de caso em depositos de pirofillita, talco e caulinita; Spectral-mineralogical characterization and genetic aspects of classic Brazilian ceramic materials : case studies in pyrophillite, talc and kaolinite deposits

Juliano Alves de Senna
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38.94509%
Matérias primas cerâmicas (MP.C) naturais são materiais geológicos que exercem papel fundamental na economia de países mais desenvolvidos. Entretanto, no Brasil há uma tendência histórica em preterir investimentos na prospecção e explotação destes bens não metálicos em relação aos metálicos. Em função disso, os métodos de lavra até hoje utilizados são empíricos e o controle de qualidade precário, salvo alguns . poucos depósitos administrados por grandes grupos mineradores. Neste sentido, há uma clara lacuna tecnológica a ser preenchida neste setor no Brasil. A Espectroscopia de Reflectância (ER), baseada na faixa do visível e infravermelho de ondas curtas (0.4-2.5um), é uma ferramenta fundamental do sensoriamento remoto e eficaz na detecção de óxidos e hidróxidos de ferro e alumínio, carbonatos e filossilicatos. Seu uso potencial para caracterização espectro-mineral de MPCs é significativo, visto que não requer nenhuma preparação, é uma técnica rápida e de simples operacionalidade, e as análises podem ser feitas diretamente in situo Considerando as complexidades envolvidas nesta caracterização, os objetivos desta pesquisa foram: (i) avaliar a eficácia da ER em separar as faciologias dos minérios...

‣ Sistemática de isótopos estáveis aplicada à caracterização da evolução dos paleo-sistemas hidrotermais associados aos depósitos cupríferos Alvo Bacada e Alvo Castanha, Província Mineral do Carajás, PA; Stable isotope systematic applied to characterization of the hydrothermal systems associated with the Alvo Bacaba and Alvo Castanha copper deposits, Carajás Mineral Province, PA

André Luiz Silva Pestilho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.49086%
Localizados na porção norte da Província Mineral de Carajás, a uma distância de cerca de 8 km do depósito de óxido de ferro-cobre-ouro de Sossego, estão os depósitos de cobre Alvo Bacaba e Alvo Castanha. Esses depósitos encontram-se ao longo de uma zona de cizalhamento regional de cerca de 60 km de extensão, no limite entre o Supergrupo Itacaúnas e seu embasamento representados principalmente pelos migmatitos do complexo Xingu. O Alvo Bacaba é hospedado pelo granito Serra Dourada e pelo tonalito Bacaba, enquanto o Alvo Castanha é Ambos os depósitos exibem amplas zonas de alteração hidrotermal que compreendem quase que respectivamente a albitização, a escapolitização, a formação de óxidos de ferro, a alteração sódico-cálcica, a alteração potássica, a formação de turmalina, a sericitização, a cloritização, a epidotização e a carbonatização, embora estes depósitos mostrem diferenças, como a alteração sódico-cálcica que apesar de ser bem desenvolvida no Alvo Castanha, é quase inexistente no Alvo Bacaba, onde apenas ocorre como alteração nos gabros. Também o Alvo Bacaba possui uma associação de minerais distintas, composta por calcopirita±pirita±bornita, enquanto o Alvo Castanha exibe a associação calcopirita±pirrotita±pirita. Informações sobre evolução paragenética e dados de isótopos estáveis indicam que os depósitos Alvo Bacaba e Alvo Castanha evoluíram durante progressivo resfriamento. Entretanto...

‣ Ocorrência, utilização e conservação dos recursos minerais do município de São João do Sul - SC

Silva, Ivete Scandolara da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvii, 100 f.| il., grafs., tabs., mapas
Português
Relevância na Pesquisa
38.57067%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia; O município de São João do Sul está situado no extremo sul do Estado de Santa Catarina, a 270 quilometros de Florianópolis. Para avaliar a ocorrência, utilização e conservação dos recursos minerais no município de São João do Sul foram catalogadas as explorações e caracterizado cada recurso utilizado ou disponível no município. A área estudada é caracterizada por apresentar rochas ígneas e sedimentares da Bacia do Paraná, estruturadas em pequenas elevações residuais, cercados por depósitos sedimentares do Cenozóico, que constituem a planície costeira. Os recursos minerais disponíveis no município são compostos por: seixos, areia, arenito, argila, água subterrânea e turfa. Os seixos, fragmentos de rochas ígneas carregados pelos rios, são amplamente utilizados como revestimento de estradas. A areia, formada por sedimentos praiais pleistocênicos, vem sendo explorada para uso na construção civil. O arenito, relacionado à Formação Botucatu, é utilizado como lages e blocos de rocha para construção civil. A argila é extraída de afloramentos de siltitos e argilitos...

‣ Depósitos de caulino associados a faixas de fracturação: geologia, morfotectónica e georrecurso

Coelho, Alexandra Maria Silvestre
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
38.859783%
Este trabalho sintetiza o conhecimento das principais ocorrências de depósitos de caulino localizados próximo à faixa Atlântica do NW de Portugal e da Galiza, nomeadamente ao longo da faixa metamórfica de Porto–Albergaria-a- Velha. Para tal, apresenta-se uma visão geodinâmica do quadro geológico e geomorfológico estrutural responsável pelo controlo tectónico destas ocorrências de modo a estabelecer eventuais indicadores de prospecção deste georrecurso na região. O caulino foi um dos georrecursos explorados e manipulados pela Humanidade desde tempos imemoriais. Desde o extremo oriente até à Europa, passando por países do continente americano este georrecurso pôde ser prospectado, explorado e utilizado para benefício do Homem. A observação de um mapa de recursos geológicos da Península Ibérica, permite constatar a existência prolífera de depósitos de caulino por todo o território Ibérico. No entanto, se atendermos a uma análise mais minuciosa, é possível observar que na região NW Penínsular, este georrecurso se encontra bem distribuído, coincidindo com alinhamentos estruturais bem definidos. A génese destes depósitos está dependente de diversos constrangimentos, nomeadamente das condições litológicas...

‣ Estudo do troço litoral Espinho-Serra da Boa Viagem : análise de proveniência e de dispersão dos sedimentos recentes

Tomás, Jesus Manuel Vidinha
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
38.821426%
Com o presente estudo pretende-se, por um lado, identificar a proveniência dos sedimentos que integram os depósitos litorais que emergem no litoral compreendido entre Espinho e Cabo Mondego e, concomitantemente, discriminar os mesmos depósitos partindo da mineralogia da fracção silto-argilosa. Por outro, definir províncias que resultam da influência sedimentológica das bacias hidrográficas (Douro e Vouga) que drenam, directa ou indirectamente, para este segmento do litoral Oeste de Portugal, sustentado na mineralogia da mesma fracção. Na mineralogia da referida fracção foi identificada a presença de filossilicatos, entre os quais se destaca a ilite, caulinite, clorite, interestratificados irregulares 10-14Å (I10-14), bem como quartzo, feldspato potássico, plagióclase, cuja representatividade se sobrepõe a da anidrite, opala, calcite e dolomite, igualmente identificados na referida fracção. Constatou-se, igualmente, que os carbonatos têm uma presença mais significativas nas formações dunares que os detríticos, possibilitando, designadamente a sua distinção entre os depósitos de praia e de duna. Os minerais argilosos mais representativos seguem nos depósitos de face de praia e berma a relação de teores I>>K...

‣ Estudo dos depósitos lutíticos da orla ocidental: matérias-primas minerais

Oliveira, Álvaro Filipe Monteiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
38.49192%
Neste trabalho foram efectuados estudos de natureza químico – mineralógica e tecnológica em quatro depósitos sedimentares: Vale Grande, Aguada de Cima, Anadia e Monsarros. Estes estudo permitiram o estabelecimento da coluna tipológica em cada um dos depósitos. No jazigo de Aguada evidencia-se a existência de dois níveis argilosos: a unidade “Barro Negro” de natureza ilito-quartzo-caulinítica (argilas especiais) e a unidade “Argilas de Boialvo” com composição quartzo – ilite – caulinite (argilas comuns). Nos jazigos de Anadia e Monsarros o enchimento argiloso é constituído por argilas compatíveis com as da unidade “Argilas de Boialvo” do jazigo de Aguada, não existindo evidências de deposição de argilas de natureza da unidade “Barro Negro”. Em complemento, foram realizados estudos químicos (elementos menores e Terras Raras) nos diferentes depósitos lutíticos para inferir a importância dos minerais acessórios e argilosos na sua distribuição, de modo a poder determinar-se a sua proveniência. Neste trabalho foi também realizado um estudo de pormenor, de natureza mineralógica (DRX) e química (maiores, menores e Terras Raras), das possíveis rochas-fonte. Perante os resultados obtidos através do estudo mineralógico...

‣ Modelação 3D de teores de depósitos minerais condicionados por tipos de mineralização. O caso de estudo do depósito mineral do Zambujal, Minas de Neves-Corvo

Rodrigues, Ana Mafalda Simões
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
47.9395%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Geológica (Georrecursos); Os depósitos minerais metálicos do jazigo de Neves-Corvo são caracterizados pela presença de mineralizações com os teores mais elevados em cobre e estanho de toda a Faixa Piritosa Ibérica. A distribuição espacial dos teores mostra forte zonalidade e segregação metálica, nomeadamente, nas mineralizações do tipo maciço e fissural. Este trabalho tem como objectivo a proposta e experimentação de uma metodologia destinada à construção de um modelo 3D de teores em metais para o depósito mineral do Zambujal, minas de Neves-Corvo, condicional às mineralizações do tipo maciço e fissural. A metodologia tem aspectos inovadores na articulação das etapas. Os dados foram fornecidos pela empresa que explora as minas a Lundin-Mining. O trabalho engloba três etapas principais. Na primeira etapa procede-se à construção de um modelo geométrico 3D da envolvente do depósito e dos tipos de mineralizações principais (maciço e fissural) a partir da representação das sondagens em perfis, desenho de limites e interpolação de superfícies entre perfis. O modelo geométrico vectorial é convertido para um modelo de blocos. Na segunda etapa procede-se à Simulação Sequencial da Indicatriz (SSI) das mineralizações e da rocha encaixante condicionada aos dados das sondagens e às proporções regionais de mineralizações dos tipos maciço e fissural e de rocha encaixante conforme calculadas com os dados das sondagens. Finalmente...

‣ Depósitos de sulfetos metálicos no fundo dos oceanos

Mello,Sidney L. M.; Quental,Sandra H. A. J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 Português
Relevância na Pesquisa
48.93712%
Os processos geológicos que atuam na formação da crosta oceânica são eventuais geradores de intensa atividade hidrotermal, a qual é por sua vez capaz de garantir a existência de uma exótica comunidade biológica em profundidades aonde não chega a luz solar e ainda produzir importantes depósitos minerais. Desde a descoberta do primeiro depósito de sulfetos metálicos na Cadeia do Pacífico Leste, hoje são conhecidos cerca de 100 sítios hidrotermais associados a uma variedade de depósitos minerais. Estas ocorrências têm lugar em diferentes ambientes tectônicos, porém não são contínuas globalmente. Apenas algumas regiões possuem as condições ideais para a formação de plumas hidrotermais, sobretudo aquelas que são influenciadas por anomalias térmicas do manto e, portanto, onde as rochas da crosta oceânica são mais aquecidas em profundidade. Estas rochas devem não somente ser quentes como também possuir falhas, fraturas e fissuras a fim de garantir um caminho bastante permeável para a circulação hidrotermal e a formação de fontes hidrotermais. Ao penetrar na crosta oceânica a água do mar mais fria interage com as rochas intensamente aquecidas e transforma-se num fluido hidrotermal de alta temperatura (300°-400°C) com baixo pH e Eh. Este fluido retorna para a superfície lixiviando e transportando metais e outros elementos...

‣ Contribuição à Gênese do Depósito Primário Polimetálico (Sn, W±, Zn, Cu, Pb) Correas, Ribeirão Branco (SP); Not available.

Goraieb, Cláudio Luiz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2001 Português
Relevância na Pesquisa
38.617847%
O depósito primário polimetálico (Sn, W, Zn, Cu, Pb) Correas, situa-se em terrenos pré-cambrianos da Faixa Ribeira, na porção sul do Estado de São Paulo. Dados geológicos obtidos em etapas de mapeamento e sondagem, juntamente com estudos petrográficos, geoquímicos, isotópicos e de inclusões fluidas, apontam para a relação espacial e genética de mineralização com rochas graníticas muito fracionadas (topázio-muscovita-albita granitos) do Maciço Correas. Essas rochas, ligeiramente peraluminossas, apresentam características químicas, mineralógicas e isotópicas (Rb-Sr, Sm-Nd e 'delta''POT. 18'O) semelhantes a granitos do Tipo A e granitos muito fracionados do Tipo I. Também são muito similares a topázios-granitos, um grupo especial de rochas félsicas, enriquecidas em F e elementos litófilos, às quais, vários depósitos de metais raros encontram-se associados. Os principais tipos morfológicos que abrigam a mineralização de estanho e tungstênio são: veios, bolsões e stockworks de quartzo, bordejados por greisens (mica-topázio-quartzo-greisen e brecha-greisen), com porções de brechas associadas. Os minerais de minério mais abundantes no depósito são cassiterita e wolframita, seguidos de pirita, esfalerita e calcopirita. Os principais minerais de ganga são quartzo...

‣ Modelos de depósitos minerais; Mineral deposit models

Figueiredo, B. R
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1992 Português
Relevância na Pesquisa
48.906733%
Os conceitos atuais utilizados na elaboração de modelos de depósitos minerais (MDM) são analisados neste estudo com o objetivo de avaliar a aplicação desse conhecimento nas pesquisas metalogenéticas e nas atividades de prospecção mineral no Brasil. Apesar dos modelos de depósitos constituírem prática antiga e usual em prospecção, avanços tecnológicos significativos têm sido obtidos nessa área, a partir dos anos oitenta, nos países desenvolvidos. Neste estudo foram considerados os modelos descritivo-genéticos, o método DPC de elaboração de modelos integrados, o modelo teor/tonelagem e o de probabilidade de ocorrência. Todos esses modelos possuem, em maior ou menor grau, importantes aplicações em prospecção, gestão de recursos minerais, planejamento do uso e ocupação do solo, ensino e pesquisa científica. Os depósitos de ouro, associados a formações ferríferas, do greenstone belt Rio das Velhas (MG) e os depósitos de chumbo, zinco e prata do Vale do Ribeira (SP e PR) são abordados neste estudo como exemplos de aplicação de modelos descritivo-genéticos. As relações entre modelos de depósitos minerais "stricto sensu" e os métodos de avaliação do potencial mineral de regiões são também discutidos a partir da experiência acumulada internacionalmente nos últimos anos. O desenvolvimento e a aplicação das tecnologias atuais de elaboração de modelos de depósitos minerais no Brasil pode representar um ganho significativo em eficácia e economia de recursos para as empresas de exploração mineral brasileiras e um salto de qualidade na atividade de ensino e pesquisa em geologia econômica; Modern concepts of mineral deposit modelling (MDM) are reviewed in this study and their applicability to metallogenetic research and ore prospecting activities in Brazil is critically evaluated. Although ore deposit modelling has long been a common practice in mineral exploration...

‣ MINERAIS DE COLEÇÃO: CIÊNCIA, ESTÉTICA E MERCADO

Menezes Filho, Luiz Alberto Dias; Chaves, Mario Luiz de Sá Carneiro
Fonte: Centro de Pesquisa Professor Manoel Teixeira da Costa - IGC - UFMG Publicador: Centro de Pesquisa Professor Manoel Teixeira da Costa - IGC - UFMG
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
48.05256%
algumas centenas no Brasil. O comércio desses minerais movimenta por ano algumas dezenas de milhões dedólares, proporcionando renda e condições de subsistência a regiões pobres do Brasil e de outros países. Essemercado também incentiva a produção em pequenos depósitos minerais e isso tem permitido a descoberta e apreservação de novas espécies minerais que de outra forma permaneceriam desconhecidas. O Brasil é um dosmaiores produtores mundiais de minerais para coleção, entretanto quase que exclusivamente provenientes deatividades de garimpagem. O riquíssimo patrimônio mineralógico contido em jazidas de grandes mineraçõesindustriais tem sido perdido, devido ao desinteresse de tais empresas e seus corpos técnicos em estudar amineralogia dessas jazidas.Palavras-chave: minerais, coleções, exploração mineral. ABSTRACT: The hobby of mineral collecting has millions of adepts all over the world, but only few hundreds in Brazil.The trade of these minerals amount annually some tens of millions of dollars, providing monetary incentiveto poor regions in Brazil and in other countries. Such market incentives the exploitation of small mineraldeposits and has allowed the discovery and preservation of new mineral species. Brazil is a major producerof minerals for collections...