Página 1 dos resultados de 961 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Aspectos mineralógicos, geológicos e econômicos da esmeralda de Santa Terezinha de Goiás; Not available.

Mendes, Julio Cesar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/1989 Português
Relevância na Pesquisa
37.537754%
Os garimpos de esmeraldas de Santa Teresinha de Goiás estão situados no centro-oeste goiano, aproximadamente a 23 Km a nordeste da cidade de Santa Terezinha de Goiás. Regionalmente, nesses garimpos dintinguem-se três conjuntos tectônicos distintos: 1) uma seqüência de rochas de baixo grau metamórfico constituída de clorita xistos, talco xistos e biotita xistos, portadora da mineralização esmeraldífera; 2) uma associação gnáissico-anfibolítica a SE; 3) um conjunto granito-gnáissico cortado por um batólito granítico a NW. Através dos trabalhos de mapeamento geológico na área legal de garimpagem inserida no contexto regional anteriormente descrito, detectou-se a existência de dois conjuntos litológicos distintos, representados pelo complexo granito gnáissico e pela Seqüência Santa Terezinha, composta pelas litologias referidas. As descrições petrográficas referentes ao perfil de um poço de 117 m de profundidade revelaram que as rochas mineralizadas em esmeraldas são representadas por quartzo-carbonato-talco xistos (1) e biotita/flogopita xistos, ao passo que as rochas isentas de esmeraldas são compostas por biotita/flogopita-carbonato xistos (2), moscovita-clorita-carbonato-quartzo xistos e blastomilonitos. Essas litologias pertencem às rochas de baixo grau de Seqüência Santa Terezinha. Nas rochas pertencentes aos níveis mineralizados...

‣ Mineralogia, inclusões fluídas e gênese de esmeraldas das jazidas de Chivor, Coscuez, Muzo, Pacho e Yacopi, Colômbia; Not available.

Romero Ordóñez, Fernando Heli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/1993 Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
As jazidas de esmeralda da Colômbia estão localizadas na parte central da Cordilheira Oriental, nas regiões do Guavio e do Território Vásquez-Yacopí. Estas mineralizações de idade terciária, estão localizadas em rochas sedimentares marinhas de idade cretácea inferior, pertencentes às unidades estratigráficas Calizas del Guavio e Lutitas de Macanal, ambas situadas na região do Guavio, e às unidades Rosa Blanca e Paja localizadas no Território Vásquez-Yacopí. As características de posicionamento das mineralizações esmeraldíferas, sugerem um controle tectônico associado aos sistemas de falhas presentes nos anticlinais de Farallones e Villeta Portones. As esmeraldas ocorrem em bolsões, nódulos e lentes, frequentemente relacionados a veios de calcita e brechas de falha em folhetos carbonosos, siltitos e rochas carbonáticas. Existem muitos problemas relacionados à gênese das mineralizações, tanto no que se refere à idade, à origem e à composição dos fluidos mineralizantes, bem como aos mecanismos de transporte e deposição do berílio. Os valores dos parâmetros da cela unitária, dos índices de refração, da birrefringência e da densidade relativa para as esmeraldas do Muzo, Pacho, Yacopí, Coscuez e Chivor...

‣ Mineralogia e geologia da esmeralda da jazida de Itabira-Minas Gerais; Not available.

Souza, Juarez Leal de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/1989 Português
Relevância na Pesquisa
37.507896%
O mapeamento litológico da área da jazida de esmeralda dee Itabira, Minas Gerais, cobrindo cerca de 60 'km POT.2' em torno da mina, revelou a presença de dois conjuntos litoestruturais maiores constituídos respectivamente por rochas gnáissicas de composição granítica, pertencentes ao Complexo Basal, e por uma seqüência vulcano-sedimentar, possivelmente arqueana, profundamente intemperizada e parcialmente encaixada nos gnaisses. Em termos petrográficos, as litologias gnáissicas correspondem dominantemente, no triângulo Q-FA-P de Streckeisen (1967 e 1976), à composição granítica (campos 3a e 3b) e aos granitóides ricos em quartzo, manifestando ainda uma tendência composicional para o campo dos álcali granitos. A seqüência vulcano-sedimentar, por sua vez, compõe-se basicamente dexistos e gnaisses metapelíticos, anfibolitos diversos, xistos derivados de metaultramáficas e quartzitos. Subordinadamente, aparecem veios de quartzo e veios pegmatóides, preferencialmente junto aos contatos com as rochas gnáissicas. A jazida de Itabira localiza-se praticamente no contato entre a seqüência vulcano-sedimentar e os gnaisses graníticos em área de falhamentos, estando a mineralização esmeraldífera concentrada dominantemente nas intercalações de xistos provenientes de rochas metaultramáficas (biotitos). As assembléias minerais encontradas na área da jazida indicam que as litologias ali existentes foram submetidas a um metamorfismo regional progradante da fácies xisto-verde superior a anfibólito médio. A esmeralda de Itabira caracteriza-se principalmente por apresentar boa cristalização...

‣ Produção, acúmulo e exportação de nutrientes em grama esmeralda adubada com lodo de esgoto

Backes, Clarice; Lima, Claudinei Paulo de; Godoy, Leandro José Grava de; Santos, Alessandro José Marques; Villas Bôas, Roberto Lyra; Bull, Leonardo Theodoro
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 413-422
Português
Relevância na Pesquisa
27.36857%
Objetivou-se com o trabalho avaliar a extração total de macronutrientes pela grama esmeralda em função de doses de lodo de esgoto. O experimento foi instalado em área comercial de produção de grama esmeralda, localizada na cidade de Itapetininga (SP). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso; em parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas principais constituídas de cinco doses de lodo (0, 10, 20, 30 e 40 Mg ha-1, base seca), e as subparcelas com dois sistemas de manejo (com e sem o uso de escarificador utilizado para romper uma camada superficial compactada). As doses de lodo aplicadas correspondem às doses de 100, 200, 300 e 400 kg ha-1 de nitrogênio. O aumento das doses de lodo de esgoto promoveu maior remoção de nutrientes pela grama esmeralda. As doses mais elevadas de N fornecido com o lodo de esgoto promoveram excessivo crescimento da grama e a redução do sistema radicular. Doses intermediárias entre 20 e 30 Mg ha-1 foram mais interessantes, pois reduziram a quantidade de aparas acumuladas, e promoveram um bom desenvolvimento dos rizomas + estolões e raízes, permitindo a formação de tapetes com maior resistência.; The present study aimed at the evaluation of the total macronutrient extraction by Esmeralda grass as influenced by different dosis of sewage sludge added to the soil. The experimental site was set up on a commercial grass production area in Itapetininga...

‣ Uso de lodo de esgoto na produção de tapetes de grama esmeralda

Backes, Clarice; Bull, Leonardo Theodoro; Godoy, Leandro José Grava de; Bôas, Roberto Lyra Villas; Lima, Claudinei Paulo de; Pires, Eder Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1045-1050
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Com objetivo de avaliar o efeito do lodo de esgoto na formação e qualidades de tapetes de grama, foi instalado, em Itapetininga, São Paulo (SP), o experimento utilizando grama Zoysia japonica Steud., conhecida como esmeralda. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas principais constituídas de cinco doses de lodo (0, 10, 20, 30 e 40Mg ha-1, base seca), mais um tratamento com NPK, de acordo com as necessidades da cultura e as subparcelas com dois sistemas de manejo (com e sem o uso de escarificador utilizado para romper uma camada superficial compactada). Utilizou-se o lodo da Estação de Tratamento de Esgoto de Jundiaí, SP. As doses de lodo aplicadas correspondem às doses de 100, 200, 300 e 400kg ha-1 de nitrogênio. Após 165 dias da aplicação do lodo de esgoto, a dose de 31Mg ha-1 permitiu o fechamento completo (100% da taxa de cobertura do solo) e a maior resistência dos tapetes de grama. O mesmo resultado foi encontrado quando utilizou-se a adubação química. A testemunha e as parcelas que receberam 10Mg ha-1 de lodo não formaram tapete. O lodo de esgoto aplicado em superfície promoveu redução da massa dos tapetes de grama esmeralda. O uso do escarificador reduziu a resistência dos tapetes de grama esmeralda. Os valores de metais pesados encontrados no lodo de esgoto estavam abaixo do limite estabelecido pelas normas que regulamenta a utilização do lodo de esgoto na agricultura.; Aiming to evaluate sewage sludge effect in the grass sod qualitiy and formation it was installed in Itapetininha - SP one experiment using Zoysia japonica Steud. The experimental design adopted was randomized blocks with split plot design...

‣ Estado nutricional em nitrogênio da grama esmeralda avaliado por meio do teor foliar, clorofilômetro e imagem digital, em área adubada com lodo de esgoto

Backes, Clarice; Villas Bôas, Roberto Lyra; Lima, Claudinei Paulo de; Godoy, Leandro José Grava de; Bull, Leonardo Theodoro; Santos, Alessandro José Marques
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 661-668
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
A intensidade da cor verde da folha pode ser alternativa para estimar a concentração de N na planta, devido à relação entre o teor de clorofila e o de N no tecido foliar. Objetivou-se neste trabalho avaliar índices da cor verde da grama esmeralda obtidos da análise da imagem digital e pelo uso do clorofilômetro para predizer o estado nutricional em N fornecido pelo lodo de esgoto. O experimento foi instalado e desenvolvido em uma propriedade comercial de grama esmeralda, localizada na cidade de Itapetininga (SP). O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições e cinco doses de lodo de esgoto: 0, 10, 20, 30 e 40 Mg ha-1, base seca. As doses de lodo aplicadas correspondem a 100, 200, 300 e 400 kg ha-1 de nitrogênio disponível. Foram avaliadas as concentrações de N e a intensidade de coloração verde da folha pelo uso do clorofilômetro (ICV) e por meio da análise da imagem digital (G, H e ICVE) aos 45, 105 e 165 dias após a aplicação do lodo. Os valores de intensidade obtidos foram correlacionados com a concentração de N na lâmina foliar e com a taxa de cobertura do solo determinada nas mesmas épocas. A aplicação de doses de lodo de esgoto proporcionou aumento dos índices de cor verde e da concentração de N nas folhas da grama esmeralda. A concentração de N na lâmina foliar pode auxiliar a adubação nitrogenada em cobertura...

‣ Potencial de água no solo e níveis de compactação para o cultivo de grama esmeralda

Carribeiro, Livia Sancinetti
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 79 f. : il. color., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.0302%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; Os gramas têm assumido em todo o mundo lugar de destaque tanto pelo seu admirável valor estético como por suas diversas funcionalidades. Dentre muitas características associadas à planta, o bom desenvolvimento da grama depende também de fatores relacionados ao solo, como a suficiente disponibilidade de água no mesmo. Objetivou-se no presente trabalho determinar a lâmina de irrigação mais adequada para o cultivo da grama Esmeralda (Zoysia Japônica) sob diferentes níveis de compactação do solo. O experimento foi instalado em casa de vegetação pertencente ao Departamento de Recursos Naturais da FCA/ UNESP - Botucatu, SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados, organizados em esquema fatorial 5x4, compreendido por potenciais de água no solo (30, 40, 50, 60 e 70 kPa) e por níveis de densidade do solo (1,21; 1,39; 1,49; 1,54 kg dm-3), com quatro repetições, totalizando 80 unidades experimentais. A compactação do solo foi realizada com o auxílio de uma prensa hidráulica. O solo foi compactado em camadas de 10 kg cada, sendo este submetido à compactação com auxílio de uma chapa metálica (980 cm²). Para atingir os respectivos níveis de densidade do solo foram aplicadas as pressões de 0...

‣ Nutrição, produção e qualidade de tapetes de grama bermuda e esmeralda influenciados pela adubação nitrogenada

Lima, Claudinei Paulo de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vii, 139 f. : il. color. , grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.36857%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; O nitrogênio é o nutriente que proporciona melhores respostas no crescimento das gramas, bem como a formação do tapete em menor tempo, com boa qualidade. A espessura do corte do tapete de grama também pode afetar a produtividade. Tapetes muito finos podem romper no manuseio, sendo descartados, ou apresentam menor pegamento e tapetes muito espessos prejudicam a rebrota na área de produção. Dessa forma realizaram-se os experimentos com os objetivos de determinar a dose de N que permita a produção de tapetes de grama bermuda com qualidade e em menor tempo, bem como avaliar os benefícios da aplicação de ajifer, “coproduto” do processo de fabricação do Glutamato Monossódico como fonte de N na grama esmeralda, avaliando a espessura de corte na qualidade do tapete formado. Os dois experimentos foram instalados e conduzidos em propriedade comercial de produção de grama, localizada na cidade de Capela do Alto, SP. As espécies utilizadas foram: a grama Zoysia japonica Steud. - esmeralda e a grama Cynodon dactylon (Pers) L. variedade Celebration - bermuda. O delineamento experimental utilizado para a grama esmeralda foi em parcelas subdivididas com 4 repetições...

‣ Aplicação e efeito residual do lodo de esgoto em sistemas de produção de tapetes de grama esmeralda

Backes, Clarice
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 152 f.: il. color., gráfs, tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Horticultura) - FCA; A disposição final de lodo de esgoto no solo representa não somente um sistema apropriado, mas também a oportunidade para o manejo dos mesmos com o mínimo de efeito sobre o ambiente podendo gerar benefícios químicos e físicos ao solo. O trabalho teve como objetivo avaliar doses de lodo de esgoto e o efeito residual na produção e qualidade de tapetes de grama esmeralda bem como as alterações químicas desse solo. Os experimentos foram instalados e conduzidos em uma propriedade de grama, localizada na cidade de Itapetininga - SP. A cultura utilizada foi a grama Zoysia japonica Steud. conhecida como grama esmeralda. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas principais constituídas por dois sistemas de manejo (com e sem o uso de um escarificador superficial “estrelinha”, utilizado para romper uma camada superficial compactada). e as subparcelas de cinco doses de lodo (0, 10, 20, 30 e 40 Mg ha-1, base seca), mais um tratamento com adubação química...

‣ Adubação nitrogenada e aplicação de herbicidas como reguladores de crescimento em grama esmeralda

Dinalli, Raíssa Pereira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 118 f. :
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Pós-graduação em Agronomia - FEIS; Nitrogen (N) is essential to nutrition and maintenance intense green color of turfgrasses. However, increases the growth of shoots and, consequently, the frequency of cuts, the main factor in the cost of turfgrasses maintenance. In this context, this study aimed to evaluate the nitrogen fertilization and the potential use of herbicides as growth regulators on zoysiagrass (Zoysia japonica Steud.) on an Ultisol, to maintain the turfgrass with good visual quality and nutrition as well as reduce foliar growth. The research was conducted at the Experimental Station of UNESP, Ilha Solteira/SP from June 2012 to December 2013. It was used a randomized block design with 20 treatments arranged in a factorial scheme 5 x 4 with four replications, being four herbicides: glyphosate, imazaquin, imazethapyr and metsulfuron-methyl (applied at the rate of respectively, 200, 420, 80 and 140 g ha-1 active ingredient (a. i.)) besides a control and four N rates, using urea as a source: 0, 5, 10 and 20 g m- 2 split in five times during the year. The turfgrass was irrigated by sprinkler. Were evaluated: the chemical characteristics of the soil, length and dry matter of leaves, leaf area, ICF index (leaf chlorophyll), the digital image analysis...

‣ Produção, acúmulo e exportação de nutrientes em grama esmeralda adubada com lodo de esgoto

Backes,Clarice; Lima,Claudinei Paulo de; Godoy,Leandro José Grava de; Santos,Alessandro José Marques; Villas Bôas,Roberto Lyra; Büll,Leonardo Theodoro
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Objetivou-se com o trabalho avaliar a extração total de macronutrientes pela grama esmeralda em função de doses de lodo de esgoto. O experimento foi instalado em área comercial de produção de grama esmeralda, localizada na cidade de Itapetininga (SP). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso; em parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas principais constituídas de cinco doses de lodo (0, 10, 20, 30 e 40 Mg ha-1, base seca), e as subparcelas com dois sistemas de manejo (com e sem o uso de escarificador utilizado para romper uma camada superficial compactada). As doses de lodo aplicadas correspondem às doses de 100, 200, 300 e 400 kg ha-1 de nitrogênio. O aumento das doses de lodo de esgoto promoveu maior remoção de nutrientes pela grama esmeralda. As doses mais elevadas de N fornecido com o lodo de esgoto promoveram excessivo crescimento da grama e a redução do sistema radicular. Doses intermediárias entre 20 e 30 Mg ha-1 foram mais interessantes, pois reduziram a quantidade de aparas acumuladas, e promoveram um bom desenvolvimento dos rizomas + estolões e raízes, permitindo a formação de tapetes com maior resistência.

‣ Estado nutricional em nitrogênio da grama esmeralda avaliado por meio do teor foliar, clorofilômetro e imagem digital, em área adubada com lodo de esgoto

Backes,Clarice; Villas Bôas,Roberto Lyra; Lima,Claudinei Paulo de; Godoy,Leandro José Grava de; Büll,Leonardo Theodoro; Santos,Alessandro José Marques
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
A intensidade da cor verde da folha pode ser alternativa para estimar a concentração de N na planta, devido à relação entre o teor de clorofila e o de N no tecido foliar. Objetivou-se neste trabalho avaliar índices da cor verde da grama esmeralda obtidos da análise da imagem digital e pelo uso do clorofilômetro para predizer o estado nutricional em N fornecido pelo lodo de esgoto. O experimento foi instalado e desenvolvido em uma propriedade comercial de grama esmeralda, localizada na cidade de Itapetininga (SP). O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições e cinco doses de lodo de esgoto: 0, 10, 20, 30 e 40 Mg ha-1, base seca. As doses de lodo aplicadas correspondem a 100, 200, 300 e 400 kg ha-1 de nitrogênio disponível. Foram avaliadas as concentrações de N e a intensidade de coloração verde da folha pelo uso do clorofilômetro (ICV) e por meio da análise da imagem digital (G, H e ICVE) aos 45, 105 e 165 dias após a aplicação do lodo. Os valores de intensidade obtidos foram correlacionados com a concentração de N na lâmina foliar e com a taxa de cobertura do solo determinada nas mesmas épocas. A aplicação de doses de lodo de esgoto proporcionou aumento dos índices de cor verde e da concentração de N nas folhas da grama esmeralda. A concentração de N na lâmina foliar pode auxiliar a adubação nitrogenada em cobertura...

‣ Uso de lodo de esgoto na produção de tapetes de grama esmeralda

Backes,Clarice; Büll,Leonardo Theodoro; Godoy,Leandro José Grava de; Bôas,Roberto Lyra Villas; Lima,Claudinei Paulo de; Pires,Eder Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Com objetivo de avaliar o efeito do lodo de esgoto na formação e qualidades de tapetes de grama, foi instalado, em Itapetininga, São Paulo (SP), o experimento utilizando grama Zoysia japonica Steud., conhecida como esmeralda. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas principais constituídas de cinco doses de lodo (0, 10, 20, 30 e 40Mg ha-1, base seca), mais um tratamento com NPK, de acordo com as necessidades da cultura e as subparcelas com dois sistemas de manejo (com e sem o uso de escarificador utilizado para romper uma camada superficial compactada). Utilizou-se o lodo da Estação de Tratamento de Esgoto de Jundiaí, SP. As doses de lodo aplicadas correspondem às doses de 100, 200, 300 e 400kg ha-1 de nitrogênio. Após 165 dias da aplicação do lodo de esgoto, a dose de 31Mg ha-1 permitiu o fechamento completo (100% da taxa de cobertura do solo) e a maior resistência dos tapetes de grama. O mesmo resultado foi encontrado quando utilizou-se a adubação química. A testemunha e as parcelas que receberam 10Mg ha-1 de lodo não formaram tapete. O lodo de esgoto aplicado em superfície promoveu redução da massa dos tapetes de grama esmeralda. O uso do escarificador reduziu a resistência dos tapetes de grama esmeralda. Os valores de metais pesados encontrados no lodo de esgoto estavam abaixo do limite estabelecido pelas normas que regulamenta a utilização do lodo de esgoto na agricultura.

‣ Desenvolvimento morfológico das gramas Esmeralda, São Carlos e Tifton 419

Kojoroski-Silva,Cleusa Maria; Scheffer-Basso,Simone Meredith; Carneiro,Cerci Maria; Guarienti,Maurício
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Avaliou-se o desenvolvimento morfológico das gramas São Carlos (Axonopus affinis), Tifton 419 (Cynodon dactylon x C. transvaalensis) e Esmeralda (Zoysia sp.), cultivadas em casa de vegetação e colhidas integralmente aos 97, 118, 146, 174, 202, 230 e 258 dias de idade. A Tifton 419 mostrou os maiores comprimentos de estolão (83,3 cm), altura de planta (23,6 cm) e número de folhas (12-24 cm-1 de estolão); as folhas mediram 6,7 cm x 1,9 mm (textura fina). Os estolões da São Carlos atingiram em média 58,3 cm e foram os mais espessos (2,5 cm), com 2-4 folhas cm de estolão-1; as folhas mediram 10,9 cm x 12,3 mm (textura grossa) e a altura máxima da planta foi de 13 cm. A Esmeralda foi inferior quanto à altura (10 cm), comprimento de estolão (45 cm) e número de folhas (7 folhas cm de estolão-1); as folhas mediram 6,2 cm x 3,7 mm (textura média). O acúmulo de matéria seca da parte aérea (mg planta-1) atingiu 12.100 (São Carlos), 8.700 (Tifton 419) e 3.500 (Esmeralda) e a relação raiz:parte aérea foi de 0,33; 0,15 e 0,19, respectivamente. As distintas características morfológicas das gramas podem subsidiar sua escolha para diferentes propósitos.

‣ Desenvolvimento morfológico das gramas Esmeralda, São Carlos e Tifton 419

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Avaliou-se o desenvolvimento morfológico das gramas São Carlos (Axonopus affinis), Tifton 419 (Cynodon dactylon x C. transvaalensis) e Esmeralda (Zoysia sp.), cultivadas em casa de vegetação e colhidas integralmente aos 97, 118, 146, 174, 202, 230 e 258 dias de idade. A Tifton 419 mostrou os maiores comprimentos de estolão (83,3 cm), altura de planta (23,6 cm) e número de folhas (12-24 cm-1 de estolão); as folhas mediram 6,7 cm x 1,9 mm (textura fina). Os estolões da São Carlos atingiram em média 58,3 cm e foram os mais espessos (2,5 cm), com 2-4 folhas cm de estolão-1; as folhas mediram 10,9 cm x 12,3 mm (textura grossa) e a altura máxima da planta foi de 13 cm. A Esmeralda foi inferior quanto à altura (10 cm), comprimento de estolão (45 cm) e número de folhas (7 folhas cm de estolão-1); as folhas mediram 6,2 cm x 3,7 mm (textura média). O acúmulo de matéria seca da parte aérea (mg planta-1) atingiu 12.100 (São Carlos), 8.700 (Tifton 419) e 3.500 (Esmeralda) e a relação raiz:parte aérea foi de 0,33; 0,15 e 0,19, respectivamente. As distintas características morfológicas das gramas podem subsidiar sua escolha para diferentes propósitos.

‣ ??Desarrollo o decadencia? La Esmeralda como modelo de progreso para los yanomami del Alto Orinoco

Acu??a Delgado, ??ngel
Fonte: Pedro G??mez Publicador: Pedro G??mez
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.186372%
La Esmeralda ocupa la cabecera del municipio Alto Orinoco dentro del Estado Amazonas (Venezuela). Los yanomami, grupo ??tnico m??s numeroso de la zona, no tienen residencia fija en dicho lugar pero s?? acuden regularmente a ??l, por ser el espacio m??s pr??ximo donde se reproduce, supuestamente, el esquema m??s avanzado de la sociedad rural venezolana. Pero ??qu?? encuentran en ese lugar? ??Cu??l es el modelo de desarrollo que desde all?? se les propone? A ello responderemos en base a la experiencia de campo, presentando actitudes y comportamientos que se encuentran cargados de espejismos culturales.; The Esmeralda occupies the head board of the municipality of Alto Orinoco in the State The Amazon (Venezuela). The Yanomami, the most numerous ethnic group of the zone, do not have fixed residences in the above-mentioned place but they do go regularly to it, for being the nearest area where supposedly the most advanced scheme of the rural Venezuelan society is reproduced. But what do they find in this place? What is the model of development which is proposed from there? To this we will search for an answer based on field experience, showing attitudes and behaviour that are charged with cultural mirages.

‣ Diseño de un sistema de gestión ambiental para la finca La Esmeralda en el corregimiento Alto San Juan, municipio de Yotoco, Colombia

Fonte: Universidad Autónoma de Occidente; Administración del Medio Ambiente y de los Recursos Naturales Publicador: Universidad Autónoma de Occidente; Administración del Medio Ambiente y de los Recursos Naturales
Tipo: Bachelor Thesis; Pasantía Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
37.36857%
El presente trabajo se realizo en la finca la Esmeralda ubicada en el corregimiento Alto San Juan, municipio de Yotoco, Colombia. La cual se encuentra a una altura de 1700 msnm con una temperatura promedio de 18º C, en una zona montañosa, con una población promedio de 300 habitantes, que en su mayoría se dedican a la agricultura y la ganadería. Los principales productos que se dan en esta zona son el café, plátano, maíz y fríjol entre otros. Este estudio esta enfocado a mejorar los sistemas productivos de la organización, debido a que en ellos se evidencian problemas de deterioro ambiental como la alta generación de aguas residuales, residuos sólidos, contaminación hídrica de la microcuenca Aguaclara. Como objetivo general se planteó el diseño de un Sistema de Gestión Ambiental - SGA, para la producción de café en la Finca La Esmeralda, basados en los requisitos de la Norma NTC ISO 14001. Se realizó una revisión ambiental inicial para la identificación y evaluación de los aspectos e impactos ambientales significativos, como también se formuló objetivos, metas y programas para la estructuración del sistema hacia el mejoramiento del sistema productivo. El presente trabajo se realizó utilizando el Modelo de gestión ambiental ISO 14001(2004)...

‣ Narrativas de la introducción de la mujer en el ámbito político y electoral colombiano caso: historia de vida de Esmeralda Arboleda

Fonte: Universidad Autónoma de Occidente; Comunicación Social-Periodismo Publicador: Universidad Autónoma de Occidente; Comunicación Social-Periodismo
Tipo: Bachelor Thesis; Pasantía Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
27.292163%
durante todo el siglo XX a través de un proceso iniciado por las propias mujeres para conseguir que le fueran reconocidos sus derechos políticos y de ciudadanas, estudiando estos hechos se llegó al estudio del caso de Esmeralda Arboleda, un nombre poco conocido en la historia colombiana, pero que corresponde a una de las precursoras del voto femenino, y la primera mujer senadora del país. Esmeralda Arboleda, fue una de las primeras mujeres profesionales graduadas en Colombia, no se conformó con ser ama de casa entregada como lo establecía la sociedad del momento, y se educó para convertirse en la primera abogada mujer del país y una pieza clave en la lucha de la consecución de los derechos políticos femeninos. Llegando a ser la secretaria general del partido liberal en la época de la violencia, Esmeralda Arboleda comenzó a proyectarse como la indicada para llevar la lucha a otros espacios, y es allí, donde gracias al apoyo del partido y de una grupo de mujeres decididas a cambiar la historia del país, logró presentar un plebiscito que permitiera que a las mujeres colombianas fueran reconocidas como seres políticos y les fueran otorgados sus derechos. A través de esta investigación, se realizó la narración de la vida de Esmeralda a partir de testimonios y documentos de la época...

‣ Martha Cecilia Heredia, de paseo por el río La Esmeralda; 201471; 201471

Fonte: Biblioteca Departamental Jorge Garces Borrero Publicador: Biblioteca Departamental Jorge Garces Borrero
Tipo: historicalDocument; other; Documento histórico Formato: JPEG; 12.5X9
Português
Relevância na Pesquisa
27.186372%
Martha Cecilia Heredia, de paseo por el río La Esmeralda. Ginebra, 1981.; El Archivo del Patrimonio Fotográfico y Fílmico del Valle del Cauca es responsabilidad de la Biblioteca Departamental del Valle Jorge Garcés Borrero, por convenio de cooperación suscrito con la Secretaria del Cultura Departamental, con el fin de aunar esfuerzos para su conservación, preservación y divulgación del Archivo entre la comunidad Vallecaucana, especialmente entre los estudiantes e investigadores que visitan la Biblioteca, propiciando el su uso y consulta permanente. La universidad Icesi es un colaborador en el proceso de difusión, facilitando la tecnología que permite la consulta de las imágenes.; Valle del Cauca, Gobernación; Archivo del Patrimonio Fotográfico y Fílmico del Valle del Cauca - Biblioteca Departamental Jorge Garces Borrero; Martha Cecilia Heredia, de paseo por el río La Esmeralda. Ginebra, 1981.; Personajes: Martha Cecilia Heredia; Tipo de fotografía: BLANCO Y NEGRO; Lugar de la toma: La Esmeralda

‣ AVALIAÇÃO DE DIFERENTES SUBSTRATOS NO CULTIVO DE GRAMA ESMERALDA

Nascimento, Irisvaldo Silva do; Santos, Francisco José Arlindo dos; Araújo, Luciana Rodrigues de
Fonte: Revista Tocantinense de Geografia Publicador: Revista Tocantinense de Geografia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
27.292163%
A grama esmeralda (Zoysia japonica Steud) devido a sua versatilidade adapta-se bem em gramados esportivos e residenciais, sendo muito procurada pelo mercado consumidor, no Brasil, a maioria dos gramados é formada pelo plantio de placas ou tapetes, gerando um elevado custo de implantação. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar diferentes substratos para formação de mudas de Z. japonica. O experimento foi instalado no município de Areia-PB a céu aberto, utilizando-se mudas de grama esmeralda com os substratos areia, subsolo, sabugo e esterco bovino. As doses utilizadas para mistura dos substratos foram 0, 10, 20, 30, 40 e 50%, totalizando 15 tratamentos com 5 repetições e o delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados. Os tratamentos com doses iguais ou inferiores a 10% de esterco bovino não apresentaram características viáveis comercialmente nas variáveis avaliadas. A utilização do sabugo de milho triturado para produção da grama esmeralda é viável na dose de 10%. Os tratamentos compostos de subsolo (25%) e areia (25%) em sua composição apresentaram o pior desempenho, além de acentuar as características negativas do sabugo de milho. O melhor desenvolvimento da grama esmeralda foi observado em misturas com 50% de subsolo...