Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

‣ Estudos de inclusões fluidas na mina de ouro Fazenda Brasileiro, "Greenstone Belt" do Rio Itapicuru, Bahia; Not available.

Xavier, Roberto Perez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1987 Português
Relevância na Pesquisa
27.993938%
Na porção do Cráton do São Francisco, no Estado da Bahia, foi definido um grupo de rochas supracrustais vulcano-sedimentares fortemente deformadas e intrudidas por domos granito-gnáissicos, que vieram a caracterizar o "Greenstone Belt" do Rio Itapicuru, de provável idade Arqueana ou Proterozóica inferior. A seqüência vulcano-sedimentar compreende extensos derrames de rochas basálticas e complexos lenticulares localizados constituídos por lavas e rochas piroclásicas intermediárias à ácidas. A sedimentação químca e detrítica imatura se faz presente ao longo de toda a seqüência associada ao vulcanismo máfico, intercalada e mesclada ao vulcanismo félsico e formando cobertura. Esta seqüência vulcano-sedimentar encontra-se metamorfizada regionalmente na fácies xisto verde e anfibolito baixo. As principais mineralizações auríferas estão restritas à parte sul deste terreno vulcano-sedimentar, encontrando-se ao longo de um "trend" de cisalhamento de direção geral E-W e com mais 9.5 km de extensão, denominado Faixa Weber, onde se localiza a Mina Fazenda Brasileiro. As mineralizações pertencem à Seqüência Fazenda Brasileiro e hospedam-se em um quartzo-clorita xisto portador de magnetita, denominado "xisto-magnético"...

‣ Mapeamento geológico-estrutural da Sequência Canto, porção sul do Greenstone Belt do Rio Itapirucu, Bahia

Assis, José Antonio Cirillo de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 57 f.
Português
Relevância na Pesquisa
27.780085%
The study area is located in the southern portion of Rio Itapicuru Greenstone Belt, Bahia, where were found rocks that belongs to the Canto Sequence, that comprises felsics and intermediary rocks, beyond metasediments. The studied maps and drill holes help to recognized stratigraphy column that was divided in three mains domains, from the base to the top: andesitics to felsics lavas domain, carbonaceous and metasedimentary domains. The data obtained in mapping and petrography analysis allows classify the area in three deformational phases, Dn, Dn+1, Dn+2. The metamorphism recognized according to the mineralogical associations permitted to classify a progressive regional metamorphism (lower to medium greenchist facies) till biotite zone, falling until chlorite zone due to retrometamorphism. The auriferous mineralizations are mainly related to hydrothermal veins included in the different lithologies, mainly in carbonaceous schists; A área de estudo está inserida na porção sul do Greenstone Belt do Rio Itapicuru, Bahia, onde foram encontrados litotipos pertencentes à Seqüência Canto, objeto deste trabalho, que se compõe por rochas vulcânicas félsicas a intermediárias, além de rochas metassedimentares. Através do estudo em escala de mapa e em análises de sondagens rotativas pode-se reconhecer para esta seqüência...

‣ Caracterização geológica da terminação norte do Domo de Ambrósio - Bahia

Martins, Lee Ernest Balster
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 72 f.
Português
Relevância na Pesquisa
27.780085%
The Ambrósio dome is a granodioritic batholiths of elliptical geometry, 40km length in the N-S direction and variable width of up to 8 km, has a weakly deformed nucleus with intensely deformed margins, in its northern portion is intruded in orthogneiss that belong to the Archean basement, and its southern part comes in direct contact with the volcano-sedimentary sequence of Paleoproterozoic Rio Itapicuru Greenstone Belt (RIGB), Bahia. From geological mapping on 1:25:000 scale were recognized two structural domains, termed West Domain and East Domain. From investigation of these domains was identified a major shear zone, which puts in contact two distinct stratigraphic sequences, one west, consisting primarily of metavulcanic and metapyroclastic rocks with records of low-grade regional metamorphism, and east discontinuity a metassedimentary domain, with record of gradational contact metamorphism, deformation and compression generated from the rise of Ambrosio Pluton. Such records put into question the structural and stratigraphic models in the literature so far; O Domo de Ambrósio consiste num batólito granodiorítico de geometria elíptica com 40 km de comprimento na direção N-S e largura variável com até 8 km, possui um núcleo fracamente deformado com margens intensamente deformadas...

‣ Levantamento estrutural da porção norte do Greenstone Belt do rio Itapicuru e dos Alvos Encantado e C1W, Bahia

Massaro, Camila
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 91 f.
Português
Relevância na Pesquisa
38.243433%
The study area is located in the geological context of the northern portion of the Rio Itapicuru Greenstone Belt (GBRI), located northeast of the São Francisco Craton, Bahia State. The GBRI is known for its great economic potential for gold mineralization, looking south at Fazenda Brasileiro Mine and North Mine Maria Preta, is situated in the study área. The structural pattern of the northern portion of the Greenstone, theme of this work, is of great importance to understand the mineralization present. To characterize the structural model three geologic sections (scale 1:25000) were made with NW-SE and EW directions and detailing two mineralized targets, Encantado, located northwest of the area, near the city of Nordestina, and C1W, located near Itapicuru River, west of the Maria Preta mine. Thus, field work and petrographic analysis were conducted, that allow to indicate the existence of two structural domains characterized by the existence of a main foliation, low angle dipping main foliation and another with high dip angle, both with NW, moreover, folds occur in the area Dn-1 and post-Dn folds. Dn-1 folds are observed less frequently but they occur mainly forming an oblique foliation and the Sn is present in porphyroblasts observed in petrographic analysis...

‣ Avaliação do conteudo espectral das bandas GEOSCAN (MIKII) no auxilio a pesquisa aurifera na porção sul do Greenstone Belt do Rio Itapicuru - Bahia

Antonio Henrique Dantas da Gama Penteado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
27.432576%
O Greenstone Belt do Rio Itapicuru (GBRI) tem sido alvo de vários estudos e pesquisas voltadas à exploração aurífera. Dentre os estudos realizados nessa região constou a utilização de sensoriamento remoto na caracterização de zonas de alteração hidrotermal, a partir de técnicas específicas e dos dados do sensor multiespectral de alta resolução Geoscan AMSS MK-II. Um dos problemas encontrados foi a presença de ruídos periódicos em várias de suas bandas, principalmente nas bandas do intervalo espectral correspondente ao infravermelho termal (TIR). Esta dissertação tem como um dos principais objetivos o desenvolvimento de técnicas para a remoção ou minimização destes ruídos com adoção das Transformadas de Fourier e sua aplicação às imagens Geoscan. Após a filtragem de ruídos das bandas termais as mesmas foram utilizadas, em conjunto com as demais bandas do sensor, na avaliação do uso potencial da informação espectral nelas contidas na caracterização das zonas de alteração hidrotermal. A área de estudo correspondeu à uma porção do GRBI localizada a sudoeste da cidade de Araci, Bahia. Como resultado deste estudo foram sugeridas novas alternativa de processamento dos dados e caracterizadas quatro faixas com anomalias espectrais características da presença de alteração hidrotermal...

‣ Caracterização tectono-metamorfica do deposito aurifero Ambrosio, Greenstone Belt do Rio Itapicuru - Bahia

Paulo Fernando Ravacci Pires
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/1996 Português
Relevância na Pesquisa
27.780085%
O depósito aurífero Ambrósio situa-se no setor norte do Greenstone Be/t do Rio Itapicuru, de idade Proterozóica inferior (2.200 a 2.000 Ma), associado a uma estreita faixa de rochas supracrustais, intensamente deformada, entre dois domos sin-tectônicos (dom os Ambrósio e Pedra Alta). A mineralização encontra-se no contato entre metassedimentos clásticos e químicos / anfibolitos, que fazem parte do Domínio Vulcânico Máfico, porção basal da seqüência litoestratigráfica deste greenstone. Os metassedimentos e anfibolitos são a lapa e a capa da mineralização, respectivamente, sendo os primeiros representados por andaluzita-granada-biotita xistos e os últimos formados essencialmente por homblenda e plagioclásio. Estes litotipos apresentam aspecto milonitico desenvolvido em fácies anfibolito. O controle estrutural do depósito está intimamente associado a estruturas geradas em função do desenvolvimento de um sistema de dup/exes direcionais dúcteis, na região de recobrimento entre duas zonas de cisalhamento principais, situadas nas bordas dos domos granito-gnáissicos. O ouro é encontrado em veios quartzo-sulfetados (arsenopirita, pirrotita e pirita), com biotita, plagioclásio e muscovita em menor quantidade. Os veios foram submetidos a intenso processo de recristalização...

‣ Geologia e geoquimica do Tonalito-diorito Itareru, borda ocidental do Greenstone Belt do Rio Itapicuru, Bahia-Brasil

Marcelo Juliano de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2001 Português
Relevância na Pesquisa
27.432576%
Corpos tonalíticos alongados, assim como cinturões peridotíticos e zonas de cisalhamento de grande escala, são características geológicas importantes na identificação de descontinuidades tectônicas em cinturões orogenéticos. O Greenstone Belt do Rio ltapicuru (GBRI), localizado na região nordeste do Orógeno paleoproterozóico ltabuna-Salvador-Curaçá, é formado por rochas metavulcânicas máficas, félsicas e metassedimentares intrudidas por domos tonalíticos-granodioríticos. Apesar de um ambiente de back- arc ter sido sugerido para a formação do GBRI, a localização desse arco e da zona de sutura, ou das relações embasaMento/cobertura têm sido dificultadas pela deformação, escassez de dados isotópicos de boa qualidade e mapeamento detalhado de alguns corpos. Recentemente, com base em dados de isótopos de Nd na porção sul desse greenstone belt, foram reconhecidas intrusões tonalíticas a granodioríticas juvenis com assinatura geoquímica de arco insular (Barrueto et ai., 1998). Trabalhos de campo, realizados para esta dissertação, possibilitaram a identificação de um corpo com orientação NW -SE a N-S que pode marcar o contato ocidental entre o GBRl e um bloco arqueano do Orógeno ltabuna-Salvador-Curaçá. Esse corpo...

‣ Estudo e diagnostico da agricultura irrigada na região do alto da bacia hidrografica do rio Itapicuru - Bahia; Assessment and diagnostic of the irrigated agriculture in the upper part of the Itapicuru river basin - state of Bahia

Claudia Bloisi Vaz Sampaio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2006 Português
Relevância na Pesquisa
27.993938%
A irrigação representa o incremento da produtividade agrícola, especialmente para as regiões semi-áridas, mas o uso muitas vezes inadequado da sua aplicação tem imposto sérias conseqüências econômicas e ambientais. O alto da bacia do Rio Itapicuru, Estado da Bahia, com mais de 90% da sua superfície localizada no polígono das secas, apresentava desenvolvimento da agricultura irrigada de forma incipiente até pouco tempo, devido às limitações político-econômicas. O recente incentivo estadual para a expansão da irrigação nessa região despertou para o problema do planejamento sustentável para este fim. Estudos indicaram que os projetos irrigados implantados obedeceram a uma metodologia de classificação de terras simplificada, estabelecida pelos órgãos gestores, identificando a necessidade de uma nova classificação do seu potencial para irrigação e do levantamento e mapeamento das áreas irrigadas visando a avaliação da situação desse tipo de exploração agrícola nesta região. Com a adoção do Sistema Brasileiro de Classificação de Terras para Irrigação (SiBCTI), foi possível a obtenção do mapa atualizado do potencial de uso das terras combinando um maior número de atributos. A aplicação de técnicas de geoprocessamento para a identificação e mapeamento das áreas irrigadas...

‣ Reavaliação do contexto tectonico dos basaltos do greenstone belt do Rio Itapicuru (Bahia), com base na geoquimica de elementos-traço; Tectonic setting of basalts from the Rio Itapicuru greenstone belt revisited (Bahia, Bazil) by trace-element geochemistry

Jose Paulo Donatti Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
38.384453%
O Greenstone Belt Paleoproterozóico do Rio Itapicuru, nordeste do Cráton do São Francisco, está inserido integralmente no Bloco Serrinha e possui um domínio vulcânico máfico com um contexto geodinâmico de formação em debate, se arco, bacia de retro-arco ou rifte intracontinental. Dados geoquímicos dos basaltos deste domínio foram obtidos com o intuito de reavaliar a geoquímica e o contexto tectônico de formação dessas rochas com base principalmente na geoquímica de elementos-traço de elevado poder interpretativo (e.g. Low Field Strenght Element (LFSE), High Field Strenght Element (HFSE), e Rare Earth Element (REE)). Este domínio é composto de lavas almofadadas, basaltos variolíticos, basaltos maciços e porfiríticos, bem expostos no curso médio do Rio Itapicuru. A paragênese metamórfica indica condições variando de fácies xisto verde a fácies anfibolito. O domínio é composto basicamente por basaltos Fe-toleíticos subalcalinos, que são divididos geoquimicamente em dois grupos: ThI ? enriquecidos em Ti-P e elementos-traço incompatíveis, e outro, representado pelos toleiítos tipo II (ThII) que exibem baixas concentrações nesses elementos. Os ThII são mais primitivos geoquimicamente, exibindo valores relativamente mais elevados em Mg...

‣ Petrogenese do granodiorito Fazenda Gavião : registro de uma colisão arco-continente no greenstone belt do Rio Itapicuru, Craton do São Francisco, Bahia; Petrogenesis of the Fazenda Gavião granodiorite : a record of an arc-continent collision in the Rio Itapicuru greenstone belt, São Francisco Craton, Bahia

Felipe Grandjean da Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38.322542%
O greenstone belt do Rio Itapicuru é uma seqüência vulcano-sedimentar paleoproterozóica cortada por uma série de corpos plutônicos com idades entre 2160-2070 Ma. O Granodiorito Fazenda Gavião (GFG) é um corpo intrusivo em metabasaltos da porção ocidental do greenstone, próximo ao contato com o embasamento arqueano. Este pluton tem textura fanerítica média e hornblenda como mineral máfico dominante. Uma característica de campo é a presença de enclaves máficos magmáticos e diques máficos sinmagmáticos com evidências da mistura física de magmas (magma mingling). A analise geoquímica classifica o Granodiorito Fazenda Gavião como uma rocha intermediária (SiO2~63 wt%), com composição de granodiorito a quartzo-monzodiorito, da série cálcioalcalina de médio a alto-K, metaluminoso, espectro Terras Raras fracionado (razão (La/Yb)N = 22.81), alto Sr (900-800 ppm), alto Ba (1000-1500 ppm), e alta razão Sr/Y. Comparando com a geoquímica de outros plutons da área, o GFG apresenta assinatura dos elementos traço similar aos plutons alcalinos, sugerindo uma provável “consangüinidade” magmática entre estes plutons. A característica geoquímica dos diques máficos (appinitos) associados ao GFG é similar ao granodiorito em questão...

‣ A unidade Maria Preta : geologia, geoquimica e petrogenese de rochas vulcanicas e sub-vulcanicas intermediarais a felsicas no "Greenstone Belt" do rio Itapicuru, Bahia; The Maria Preta unit : geology, geochemistry and petrogenesis of volcanic and sub-volcanic intermediate to felsic rocks in the Rio Itapicuru greenstone belt, Bahia

Alberto Ruggiero
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38.384453%
Novos dados geoquímicos nas rochas vulcânicas andesíticas e dacíticas da Unidade Maria Preta (UMP), Greenstone Belt do Rio Itapicuru, revelaram a presença de dois grupos geoquímicos distintos: um de rochas com afinidade adakítica e outro com caráter cálcio-alcalino. A suíte adakítica (ADK), localizada nas porções oeste da UMP, é caracterizada pelos altos valores de Sr/Y (Sr ~900 ppm, Y~5ppm); Na2O ~ 4,5ppm (K2O/Na2O ~0,3). É caracterizada também pelo enriquecimento de LILE (elementos litófilos de alto raio iônico) relativos aos HFSE (elementos de elevado potencial iônico) e também pelo moderado fracionamento dos elementos terras-raras (La/Yb ~ 12). A suíte cálcio-alcalina (CA) apresenta baixas razões Sr/Y (Sr ~ 170 ppm, Y~ 22 ppm), menor fracionamento de elementos terras-raras (La/Yb ~8) e anomalias negativas de Eu. No entanto apresenta maiores concentrações de elementos incompatíveis (Y ~22ppm, Zr ~142ppm, Th ~6ppm) e também Cr e Ni. Foi revelado, através de modelagem geoquímica que as duas suítes não se relacionam por cristalização fracionada. Contudo a suíte Adk apresenta indícios de cristalização fracionada de hornblenda enquanto que na CA a cristalização fracionada de plagioclásio desempenhou papel importante. O ambiente mais provável para a formação das rochas vulcânicas cálcioalcalinas é fusão em baixas profundidades da cunha do manto metassomatizado por fluídos liberados a partir de uma crosta oceânica subductada...

‣ Caracterização petrografica e geoquimica das litologias na mina de ouro da Fazenda Maria Preta no greenstone belt do Rio Itapicuru, Bahia

Edilson Durval Ramos Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/04/1991 Português
Relevância na Pesquisa
37.993938%
Uma das minas de ouro do greenstone belt do Rio Itapicuru é a da Fazenda Maria Preta. As rochas predominantes nesta área são vulcânicas félsicas e metassedimentos, bem como localmente ocorrem basaltos e dioritos. Com o exame petrográfico e geoquímico foi possível de Tinir quatro tipos litológicos: 1. Basalto com piroxênios altera dos para anfibólios e clorita e plagioclásios epidotizados com textura subofíticai 2. Andesitos ácidos com alguns piroxênios anfibolitizados ecloritizados, plagioclásio, pouca sericita e quartzo, com texturas microgranular intersertal até porfirítica; 3. Dacitos com plagioclásíos muito sericitizado e quartzo bipiramidal; bastante limpido, com texturas microgranular. traquitóide, porfiritica e micrográfica. O quarto grupo definido essencialmente pela geoquímica, é constituído por riolitos, com plagioclásio e quartzo com texturas microgranular, traquitóide e micrográfica. O tratamento dos dados geoquímicos. aliado as informacoes petrográficas podem indicar a possibilidade de duas fontes magmáticas para a geração das rochas acima citadas. A primeira de natureza básica e a segunda intermediária a ácida, geradas a partir de plumas basalticas, na base de uma crosta siálica, provavelmente a partir de um rifteamento. O metamorfismo caracterizado como de baixo grau...

‣ Proveniência de rochas metassedimentares do Greenstone Belt do Rio Itapicuru, Bahia; Provenance of metassedimentary rocks from Rio Itapicuru Greenstone Belt, Bahia

Maria Fernanda Pereira Grisolia
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.635496%
A área em estudo localiza-se entre o embasamento mesoarqueano do Núcleo Serrinha e o Greenstone Belt do Rio Itapicuru (BA). O Núcleo Serrinha é constituído pelo Complexo Santa Luz, caracterizado por rochas metamórficas gnáissico-migmatíticas (Mascarenhas 1979), cobertas pelas vulcânicas do Grupo Capim (Winge 1984, apud. Cruz Filho et al. 2003) e pelas seqüências vulcano-sedimentares do Greenstone Belt do Rio Itapicuru (Brito Neves et al. 1980), intrudidas por granitóides diversos e recobertas por unidades fanerozóicas. Embora vários estudos tenham sido feitos, ou estão em desenvolvimento no GBRI, pouco se conhece sobre as rochas sedimentares do mesmo e quase nada sobre as relações de contato do GBRI e o embasamento. Por este motivo, foi planejado um projeto de cartografia geológica da transição embasamento-greenstone que resultou em um mapa geológico de uma área com cerca de 700 km2 entre as cidades de Nordestina, Queimadas e Santa Luz, a oeste da exposição principal do greenstone belt do Rio Itapicuru. Nesta região foi mapeada uma sequência de rochas sedimentares clásticas metamorfisadas denominada Sequência Metassedimentar Monteiro por Grisolia (2007) e Moreto (2007) em seus trabalhos de conclusão de curso de Geologia. Estudos de proveniência de sedimentos...

‣ Petrogenese das intrusões graniticas compostas de Teofilandia e Barrocas, Greenstone Belt do Rio Itapicuru, Bahia, Brasil

Hector Rolando Barrueto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
37.993938%
O terreno granito-greenstone do Rio Itapicuru (GBRJ) é uma seqüência paleoproterozóica localizada na porção nordeste do Cráton de São Fransisco, Bahia. Empilhada sobre o embasamento migmatítico, a seqüência é composta por um domínio máfico basal, sucedido por um domínio félsico e outro sedimentar. Ao longo dessa faixa vulcano-sedimentar e adjacências ocorrem várias intrusões graníticas, de composição e natureza variadas, assim como numerosas ocorrências e depósitos auríferos. Os granitóides Barrocas e Teofilandia ocorrem na porção sul do GBRI e têm orientação, respectivamente E-W e NE-SW, ao contrário da maioria dos granitóides do GBRJ que estão orientados N-S. Os dois granitóides têm forma arredondada e em conjunto definem uma megaestrutura amendoada, de aproximadamente 27 km de comprimento por 13 km de largura. As relações de campo indicam que se tratam de folhas graníticas, aparentemente rasas, com evidencias de deformação simultâneas à sua intrusão. O Granodiorito Teofilandia (GrT) foi datado em 2130 Ma, apresenta composição modal granodiorítica a quartzo-monzodiorítica e associa-se à rocha subvulcânica dacítica. O Granodiorito Barrocas (GrB) cristalizou-se por volta de 2127 Ma e tem composição modal granodiorítica...

‣ O domo gnáissico Alto Alegre, transição embasamento-greenstone belt do Rio Itapicuru : evolução e significado tectônico; The Alto Alegre gneissic dome, transition of basement-Rio Itapicuru greenstone belt : evolution and tectonic significance

Maurício Rigoni Baldim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
28.138806%
Domos gnáissicos são estruturas que podem estar associadas tanto aos orógenos extensionais quanto aos colisionais. Em orógenos colisionais, normalmente balizam os distintos terrenos dispondo-se em corredores estruturais. Na região nordeste do Cráton São Francisco, Bloco Serrinha, localiza-se o Greenstone Belt Paleoproterozoico do Rio Itapicuru, interpretado como arco continental acrecionado a um Complexo de alto grau mesoarqueano. Mapeamento geológico realizado no segmento norte da transiçao, embasamento-greenstone, revelou a ocorrência de um domo gnáissico-migmatítico que limita dois terrenos, um arqueano e outro paleoproterozoico, que destoa litoestruturalmente de outros domos reconhecidos a sul do greenstone (e.g. domos do Ambrósio, Salgadália e Pedra Alta). Além disso, dados estruturais mostram que a evolução tectônica da área ocorreu a partir de tectônica compressiva em D1 com direção E-W, seguido de transcorrência N-S em D2, possivelmente associados a transpressão. O domo, denominado Alto Alegre, possui núcleo granito-diatexítico, sendo delineado por faixas anfibolíticas concêntricas e preserva paragênese de alto grau metamórfico. Análises de elementos maiores e traços revelam que as faixas de anfibolitos do referido domo possuem características geoquímicas semelhantes aos diques máficos que cortam o embasamento...

‣ Sm-Nd age of the fazenda brasileiro gabbro, Bahia, Brazil: example of robust behavior of the Sm-Nd isotopic system under extreme hydrothermal alteration

Pimentel,Márcio M.; Silva,Maria da Glória
Fonte: Academia Brasileira de Ciências Publicador: Academia Brasileira de Ciências
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.432576%
The Fazenda Brasileiro gold mineralization is hosted by a gabbroic sill, intrusive into metavolcanicmetasedimentary rocks of the Rio Itapicuru Greenstone Belt, São Francisco Craton. The 2.05 Ga old mineralization is associated with intense shearing and hydrothermal alteration, and the host gabbro is altered to a series of rocks rich in sericite, chlorite, actinolite, carbonate and quartz. Twelve whole-rock samples of the gold mineralization, representing varied degrees of alteration, from rocks with preserved igneous textures to the ore (quartz-carbonate-sulfide-chlorite), were studied by the Sm-Nd method. All analytical points resulted in an isochron (MSWD = 1.9) indicating the age of 2142 +/- 47 Ma (1s) and Epsilon Nd (T) of +1.2. Chlorite-sericite-carbonate rich hydrothermal rocks indicate the age of 2148 +/- 57 Ma and Epsilon Nd (T) of +1.1. The positive Epsilon Nd (T) suggest limited or no contamination with older continental crust, compatible with an oceanic setting for the tholeiites. Combined withREEdata, the Sm-Nd isotopic results reveal that the hydrothermal alteration, although intense, was unable to alter significantly the Sm/Nd ratios of the original igneous rocks and did not cause important scatter of the analytical points...

‣ Trichomycterus payaya, new catfish (Siluriformes: Trichomycteridae) from headwaters of rio Itapicuru, Bahia, Brazil

Sarmento-Soares,Luisa M.; Zanata,Angela M.; Martins-Pinheiro,Ronaldo F.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ictiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ictiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.432576%
Trichomycterus payaya, new species, is described from tributaries to the upper rio Itapicuru basin, northern Bahia State, Brazil. The new species is distinguished from congeners by having the head rounded anteriorly in dorsal view and slightly depressed in lateral view, supraorbital pores s6 paired, opening laterally on the supraorbital sensory branch, not emerging from an epiphyseal branch, lateral process of the urohyal distally sharp and with pointed tip, interopercular patch of odontodes longer than deep, with 21-26 odontodes, small number of pleural ribs (5-6 ribs), and dorsal fin in a posterior position. This is the first record of a Trichomycterus from the semiarid region of northeastern Brazil.

‣ Intrusões sub-vulcanicas alcalinas e lamprofiros nas mineralizações auriferas do Greenstone Belt do Rio Itapicuru, Bahia : petrografia, geoquimica e inclusões fluidas

Hector Rolando Barrueto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/1997 Português
Relevância na Pesquisa
37.780085%
Nos depósitos auríferos de Fazenda Maria Preta (FMP) e Mari (MR), no greenstone belt do Rio ltapicuru, foram reclassificados dois litotipos hospedeiros da minera1ização aurífera, assim como caracterizados um filão máfico. No Corpo H (FMP) a mineralização encontra-se unicamente confinada à uma rocha subwIcânica reclassificada, com base na mineralogia, como álcali-feldspato sienito (AFS) (anterionnente designado como dacito silicificado), a qual não se estende para a o seu equivalente cisalhado (anterionnente dacito). O Corpo CI do depósito de MR está embutido numa intrusão hipoabissal classificada como álcali-feldspato traquito (AFr), e não como microgabro como antes considerada. Ao longo da zona da mineralização aurífera da FMP, ocasionalmente ocorrem vários corpos filoneanos, conhecidos como metadioritos cisalhados. Neste trabalho, estes diques foram textura1 e quimicamente caracterizados como lamprófiros de composição minéttica. Tanto o AFS quanto o AFT se caracterizam por ter teores muito altos de Na e muito baixo de K. Ambas as rochas são saturadas em Si, empotrecidas em Nb, Y, Rb e Sr. O AFS mostra-se mais ftacionado em elementos de terras raras do que o AFT, sem mostrar grandes variações perante a alteração e o cisalhamento. Ambos mostram razões de Ti/Zr...

‣ Qualidade da água para irrigação na bacia do rio Itapicurú e risco de salinização no projeto de irrigação Ponto Novo-Ba.

Brito, Márcio Cláudio Mercês
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Português
Relevância na Pesquisa
38.509287%
O desenvolvimento da agricultura na região da Bacia Hidrográfica do Rio Itapicurú apresenta um grande potencial com a adoção da irrigação. A pressão do setor da agricultura irrigada é mais representativa nas regiões do alto e médio Itapicurú. Nessas áreas, o maior uso do solo ocorre com ocupação agrícola de ciclo curto, com pequenas irrigações e áreas não irrigadas. Assim como outras propriedades químicas e físicas, a salinidade do solo e da água é um atributo bastante variável no espaço e no tempo. Este trabalho teve por objetivo a avaliação dos parâmetros da qualidade da água para irrigação na Bacia Hidrográfica do Alto e Médio Itapicurú, situada na porção Nordeste do Estado da Bahia e o diagnostico do risco de salinização no Projeto de Irrigação Ponto Novo (10o S, 39o W, 400 m), no semi-árido baiano, nas atuais condições de operação e manejo da irrigação. Para o estudo da qualidade da água para irrigação na bacia, foram coletadas amostras de água em 20 pontos situados no alto e médio Itapicurú. O diagnóstico do risco de salinização foi realizado em 19 lotes irrigados e não irrigados do projeto. Os resultados obtidos permitiram classificar a água de irrigação da bacia como sendo de baixo a médio risco à salinidade e sodicidade. A condutividade elétrica apresentou uma variação bastante acentuada com valores de 0...

‣ Evaluating geoscan AMSS MK-II for gold exploration in the Fazenda Maria Preta District, Rio Itapicuru greenstone belt, Bahia State, Brazil

Prado, I. D. M; Crósta, A. P
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1997 Português
Relevância na Pesquisa
27.780085%
O Greenstone Belt do Rio Itapicuru (RIGB), localizado no nordeste do Brasil, é uma importante região produtora de ouro no país. Ele contém dois importantes distritos mineiros, o da Fazenda Brasileiro e Fazenda Maria Preta, pertencentes à Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), além de diversas outras ocorrências auríferas, todas elas associadas a processo de alteração hidrotermal ao longo de zonas de cisalhamento. Em 1992, imagens do sensor multiespectral Geoscan foram obtidas em mais de 7.500 km² do greenstone. O Geoscan AMSS Mk-II é um sensor aeroportado que cobre 24 bandas espectrais, com 5 metros de resolução espacial no caso deste levantamento. Técnicas padrão de processamento de imagens, aplicadas imediatamente após o levantamento, definiram uma série de anomalias espectrais, relacionadas a processos de silicifícação e oxidação, que podem tanto ser devidos a processos de alteração hidrotermal quanto intempéricos. Esses dados foram reprocessados para uma porção do RIGB na tentativa de se definir possíveis anomalias espectrais devidas a minerais de alteração hidrotermal, utilizando a técnica denominada feature-ohentated principal component selection (FPCS), modificada para uso com os dados Geoscan. Análises espectrais de laboratório foram realizadas em amostras de solos residuais e em rochas...