Página 1 dos resultados de 126 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

‣ "A luminosidade do lugar - circunscrições intersticiais do uso de espaço em Belo Horizonte: apropriação e territorialidade no bairro de Santa Tereza"

Baggio, Ulysses da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2005 Português
Relevância na Pesquisa
38.03455%
Este trabalho se propõe a uma análise e a uma avaliação de práticas de uso do espaço na cidade de Belo Horizonte, a partir das quais se discutem as suas possibilidades e limites na contemporaneidade capitalista. Este percurso remete o pensamento às idéias de apropriação e de territorialidade, abordadas a partir de alguns recortes sócio-espaciais desta cidade, quais sejam, o extinto Bar do Ponto, o Mercado Central de Belo Horizonte, o bairro Belvedere III e, principalmente, o bairro de Santa Tereza, localizado na região leste da capital, e que mereceu um capítulo à parte (cap. 3) neste trabalho. À exceção do Belvedere III, a análise acerca da apropriação e da constituição da territorialidade se desdobra sobre práticas e modos territoriais de vivência atinentes a estes lugares, principalmente o Mercado Central e, em especial, e com maior destaque, o bairro de Santa Tereza. Sustenta-se que tais manifestações sócio-espaciais circunscrevem-se nos interstícios da cidade de Belo Horizonte como permanências e resistências insurgentes, ao longo do percurso de sua formação. Compreende-se aqui que estas práticas de insurgência sócio-espacial são engendradas no universo mais amplo da produção ampliada e contraditória da cidade...

‣ A ocupação pré-colonial na fronteira ocidental: adaptabilidade humana, territorialidade e aspectos geomorfológicos na microrregião do Alto Guaporé, Mato Grosso; The pre-colonial occupation in the West Frontier: human adaptability, territoriality and geomorphological aspects in the Upper Guaporé microregion, Mato Grosso

Lima, Luiz Fernando Erig
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.874238%
O Alto Guaporé por suas características e situação geográfica, contribuiu como uma região estratégica de convergência e ou passagem de muitas populações indígenas pré-coloniais e etno-históricas oriundas de regiões vizinhas a esta porção peculiar do território sul americano, envolvendo desde possíveis grupos paleoíndios do Pleistoceno Superior a comprovados grupos pré-ceramistas arcaicos do Holoceno Antigo e Médio, ceramistas da Era Cristã, bem como grupos etno-históricos contemporâneos. Levantamentos arqueológicos efetuados pelo Projeto Fronteira Ocidental nas duas últimas décadas em um raio de 100 km no entorno da cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade, fronteira do estado do Mato Grosso e a República da Bolívia, levaram a um registro e estudo de 52 sítios arqueológicos distribuídos em cinco padrões de inserção dentro de três compartimentos geomorfológicos principais peculiares à região em estudo. Entre as ocupações ceramistas, cada qual concentrada nos compartimentos geomorfológicos ali existentes, foi possível reconhecer uma indústria cerâmica ainda inédita na literatura arqueológica concernente à área do Alto Guaporé (Cerâmica Capão do Canga), além de prováveis fenômenos de territorialidade e de existência de redes de trocas.; The Upper Guaporé...

‣ Territorialidade e promoção da saúde na Vila de Paranapiacaba, SP; Territoriality and health promotion in Vila de Paranapiacaba, SP

Colin, Elaine Cristina da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.14315%
Os processos educativos, a participação e o empoderamento são essenciais à promoção da saúde e todos envolvem pessoas que vivem num determinado espaço, que têm seus valores e que possuem uma determinada forma de agir e interagir com o mundo. Não há processo educativo ou participativo efetivo que não considere o contexto em que o sujeito está inserido. Sob este prima, deve-se refletir sobre a sua inserção no território em que vive e como isso se reflete na promoção de sua saúde. O cenário de estudo da presente pesquisa está localizado em uma das áreas de proteção ambiental do município de Santo André, a Vila de Paranapiacaba, que além de patrimônio ambiental e histórico é um local turístico, portanto, a forma pela qual a comunidade está inserida no desenvolvimento local também interfere diretamente na territorialidade, e consequentemente, na proteção da área, na saúde ambiental e humana. Esta pesquisa teve como objetivos: identificar e analisar as ações voltadas ao desenvolvimento local da Vila de Paranapiacaba e as formas pelas quais os moradores locais estiveram inseridos nestes processos verificando em que medidas essas ações colaboraram para fortalecer a territorialidade e a promoção da saúde. A partir de uma metodologia qualitativa...

‣ A sensibilidade territorial das políticas públicas : um estudo em comunidades ribeirinhas na Amazônia legal

Heidtmann Neto, Henrique Guilherme Carlos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
38.14315%
Este trabalho compõe-se de um estudo das comunidades de Suruacá, localizada no município de Santarém, e de Baixinha, localizada no município de Baião, ambos no estado do Pará, na parte oriental da Amazônia brasileira. O problema geral de pesquisa é até que ponto a territorialização da política pública considera a territorialidade dos lugares onde elas incidem. Em seu objetivo geral, esta pesquisa visou contribuir para essa discussão a partir da análise in loco do processo de políticas públicas para povos ribeirinhos em comunidades amazônicas. Esta é uma territorialidade específica e menos visível que a territorialidade de outros lugares. Trata-se de um estudo exploratório que busca conhecer até que ponto as políticas públicas são capazes de promover ações adequadas às realidades das comunidades ribeirinhas amazônicas, e como isso é realizado. Das duas comunidades estudadas, a de Suruacá é considerada por outras comunidades e por atores sociais da região como uma comunidade modelo em termos de organização comunitária e qualidade de vida, com forte presença de atuação da ONG Projeto Saúde e Alegria, mais a atuação do Estado. Já a comunidade de Baixinha possui outro tipo de organização e não conta com a interferência direta de uma ONG com legitimidade comunitária...

‣ A gente é nascido e criado aqui.: memória e territorialidade no bairro Boa Vista, Bragança Paulista - SP

Reis, Jussara Christina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 152 f. il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.613733%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FFC; O município de Bragança Paulista/SP encontra-se em um contexto regional marcado por significativas transformações socioambientais decorrentes de períodos econômicos caracterizados por momentos sucessivos de crescimento e estagnação, destacando-se: a frustrada expectativa de riqueza através do ouro, o efêmero dinamismo do café, a tardia e atual industrialização que se contrapõe ao perfil ambiental regional, os impactos provocados pelas Rodovias Fernão Dias e Dom Pedro I, a problemática ambiental causada pela construção do Sistema Cantareira, a criação e a não regulamentação de suas unidades de conservação e o turismo desordenado. Tais transformações interferem diretamente na vida cotidiana da população, especialmente dos moradores das áreas rurais, configurando novas dinâmicas culturais. Neste sentido, o presente estudo busca investigar, por meio da história oral e da imagem, como as memórias e territorialidades dos moradores do bairro rural Boa Vista são reconstruídas mediante esse contexto de mudanças; The municipality of Bragança Paulista/SP is located in a regional context marked by significant social and environmental changes that result from economic periods characterized by successive stages of growth and stagnation...

‣ A representação social e a territorialização da reforma agrária no espaço urbano a partir do Programa de Aquisição de Alimentos

Silva, Martha Esthela dos Santos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 217 f. : gráfs, il., mapas, tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.910056%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; A presente pesquisa objetiva analisar os processos de construção de representações sociais, particularmente aqueles elaborados pelos moradores da cidade de Presidente Venceslau acerca da Reforma Agrária, identificando a espacialização e a territorialização dos movimentos sociais de luta pela terra no espaço urbano a partir do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O PAA, por meio da modalidade de compra direta, tem estreitado as relações campo-cidade à medida que os produtos agropecuários oriundos dos assentamentos de Reforma Agrária são destinados às instituições de caráter social e a pessoas em situações de insegurança alimentar. Parte-se do pressuposto de que a Reforma Agrária espacializa-se no ambiente urbano a partir das manifestações políticas, e das ocupações de ambientes públicos nas diversas formas de luta e organização dos movimentos. Por sua vez, em caráter muito particular, este processo também se estabelece por meio do PAA, materializando a produção do campo na cidade, possibilitando reflexões acerca de sua territorialidade e o rompimento de estigmas e preconceitos sobre os “sem-terra”, sobre os ideais da Reforma Agrária e de defesa de outro projeto político de sociedade. Procura-se entender se o Programa rompe com representações sociais impostas pelos setores dominantes e que produzem a criminalização dos movimentos sociais...

‣ Novas territorialidades para o turismo em Fortaleza (CE): as potencialidades do Cemitério São João Batista visto como um espaço sagrado

Silva, José Solon Sales e
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 181 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.874238%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; A pesquisa aborda um tema ainda pouco explorado no Brasil e trata de verificar novas territorialidades para o turismo em Fortaleza, Ceará, investigando as potencialidades do Cemitério São João Batista, visto como um espaço sagrado. O estudo do espaço e da territorialidade, aplicado à utilização do turismo, é o objeto de investigação do estudo. Trata-se de pesquisa detalhada sobre o cemitério e espaço sagrado, na qual se buscou resgatar a história do cemitério desde o século XIX,no Brasil, aprofundando a investigação do cemitério como monumento à morte, assim como os símbolos da arte cemiterial cristã com seus significados e utilizações. A investigação prolongou-se desde os primórdios do primeiro cemitério de Fortaleza até chegar à construção do São João Batista, passando pelos espaços sagrados e a territorialidade dos enterramentos na Fortaleza da primeira metade do século XIX. Como objetivo geral, a pesquisa analisa os sentidos de apropriação dos cemitérios para visitação turística. Analisaram-se ainda as alternativas de ressignificação desse espaço, para sua melhor apropriação pela população local e pelo turista. O estudo caracteriza-se como de natureza qualitativa...

‣ Este é o nosso lugar : uma etnografia da territorialidade Caiçara na Cajaíba (Paraty, RJ); This is our place : an ethnography of Caiçara territoriality in Cajaíba (Paraty, RJ)

Ana Alves De Francesco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
48.14315%
Esta dissertação é resultado do trabalho de campo realizado entre os anos de 2010 e 2012 na enseada da Cajaíba, zona costeira do município de Paraty (RJ). O foco principal do trabalho é a descrição das formas de interação entre as pessoas e o ambiente e o modo como esta interação configura uma territorialidade particular, que se dá tanto na terra como no mar. Buscando dialogar com diferentes definições de território e territorialidade, definidas no âmbito da antropologia, por meio da etnografia, o estudo versou sobre a memória da ocupação da terra, a percepção do ambiente e o saber técnico envolvido nos modos de fazer do cotidiano, por acreditar serem estas dimensões intrínsecas e constituintes da territorialidade de um grupo.; This dissertation result from a fieldwork conducted between 2010 and 2012 in the harbor of Cajaíba, the coastal zone of Paraty, a municipality of Rio de Janeiro state. The main focus of research is a description of the interaction between people and the environment and how this interaction sets up a particular territoriality, which occurs both on land and sea. Seeking dialogue with different definitions of territory and territoriality in anthropology, through an ethnographic approach...

‣ O pico dos surfistas e os surfistas do pico: sociabilidade, territorialidade e surfe a vila dos peixes

Alves Neto, Celso Senna
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
47.87424%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Economico, Curso de Ciências Sociais.; O presente trabalho trata de um estudo etnográfico sobre territorialidade e as relações de sociabilidade entre surfistas de uma praia no Brasil. Essa pesquisa teve como objetivos específicos: analisar as categorias de identidade utilizadas para classificar e hierarquizar o "outro" surfista - local, haole e nativo; estudar a formação da(s) territorialidades(s) de surfe, conceituadas nesse trabalho como pico, e a apropriação das fronteiras simbólicas e dinâmica do mar pelos praticantes; ponderar os diferentes discursos sobre o fenômeno do localismo para os adeptos do surfe nessa praia. Utilizou-se da participação observante e de entrevistas formais e informais como metodologias para o trabalho. Observou-se que todas essas categorias e territorialidades são fluidas no tempo e no espaço e tal caracterização ocorre devido: 1) a rede de sociabilidade; 2) o pertencimento ao pico; 3) código de emoções partilhadas; e 4) as técnicas corporais.

‣ Migração quilombola : território e identidade : estudo preliminar de migrantes Kalungas no Distrito Federal

Jesus, Mônica Ramos de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.910056%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, 2007.; A identidade é um processo, uma transformação desencadeada nas relações cotidianas, dentro de um contexto histórico, social e econômico no qual o indivíduo vive. Ela possui uma espacialidade definida por três elementos: a consciência de identidade, a exclusividade e a compartimentação da interação humana no espaço. A identidade é definida na territorialidade de um grupo social bem como na de um sujeito. O presente trabalho trata da identidade socioterritorial dos Kalungas que migraram do Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, no estado de Goiás, para a área urbana do Distrito Federal em busca de trabalho, educação e saúde. Sendo assim, o objetivo da pesquisa é analisar que tipo de transformações se sucedeu na identidade do Kalunga migrante com a sua mudança espacial. A hipótese desenvolvida no trabalho é a de que os Kalungas migrantes mantêm relações de pertença com o Sítio, fato estruturador e conservador de sua identidade Kalunga no DF. A metodologia adotada foi a de estudo de caso, que permite a análise da unidade social como um todo. Ou seja, o método permite analisar a coletividade a partir do estudo do indivíduo. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The identity is a process...

‣ "Eu moro no Prata, no Ouro e no Bronze" : processos de territorialidade e etnicidade no quilombo Povoado do Prata - TO

Rosa, Raoni da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
48.03455%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2013.; Essa dissertação tem por finalidade refletir acerca dos processos identitários vividos pela comunidade remanescente de quilombo Povoado do Prata sob o prisma da relação entre o território quilombola e a identidade étnica desse grupo social. Mais especificamente busquei entender, a partir de pesquisa empírica, em que medida os processos de territorialidade são constitutivos da identidade – étnica – do grupo estudado; identificar os mecanismos acionados para manutenção desse grupo étnico; e como a territorialidade e etnicidade desse grupo são subsidiários do empoderamento étnico-político desse grupo étnico. Nessa perspectiva, identifiquei fenômenos socialmente significativos ao Povoado do Prata que possibilitaram ao grupo a manutenção de suas fronteiras étnicas e seu empoderamento étnico-político na luta pela manutenção de sua identidade e de seu território. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation analyzes on the processes of identity experienced by the Quilombo Povoado do Prata from the perspective of the relationship between the black rural territory and ethnic identity of this social group. More specifically...

‣ Tekó, Tekoá, Nhanderecó e Oguatá : territorialidade e deslocamento entre os Mbyá-Guarani

Borghetti, Andrea
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
38.03455%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2014.; A partir da experiência como Antropóloga em projetos de consultoria junto aos Guarani do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e em pesquisa de campo na Argentina e Paraguai, esta dissertação apresenta alguns casos de adaptação social e cosmológica frente às questões de territorialidade e deslocamentos impostas aos Guarani na atualidade. Com essa imposição, os Guarani vêm se adaptando às pressões territoriais, dinamizando sua concepção de mundo e das condições necessárias para a superação da condição humana que lhes é particular. Baseado em suas histórias, narrativas e na vasta bibliografia antropológica produzida sobre a territorialidade e mobilidade Guarani, este trabalho busca compreender como essa população entende seu território e o vivencia a partir de sua forma de entender o mundo (nhanderecó). _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Through the experience in work as anthropologist in anthropology consulting projects regarding Guarani from Rio Grande do Sul, Santa Catarina and Paraná, and field works in Argentina and Paraguay...

‣ Alegorias das políticas de territorialidade : uma análise comparada da sobreposição do Parque Nacional do Monte Roraima e a terra indígena Raposa Serra do Sol em terras Ingarikó

Faleiro, Rodrigo Paranhos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
48.14315%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, 2015.; Os direitos dos índios brasileiros ao território tradicional, a identidade étnica e as políticas públicas específicas, consolidados ao longo do Século XX, vêm sendo ameaçados nos últimos anos. Dando continuidade aos estudos que resultaram em minha dissertação de mestrado, parcialmente incorporada nesta Tese, reconheço que esses direitos e seus questionamentos resultam dos processos históricos de conquista do território brasileiro e de afirmação das fronteiras nacionais. Para obter êxito, no âmbito da territorialização e da disciplinarização do campo, o Estado concebeu categorias de gestão territorial com fins étnicos, sociais e ambientais que, por sua vez, deveriam subsumir esses conflitos típicos das disputas territoriais no Brasil. Contudo, em razão da concepção dessas políticas ser teleológica, enquanto a realidade para qual elas foram concebidas ser dinâmica e complexa, muitas categorias têm sido meras alegorias das políticas da territorialidade, abrindo assim espaço para sobreposição, relativização, revisão e repactuação dessas políticas. Como? Para responder...

‣ Uso e gestão do território em áreas de livre acesso no Amazonas, Brasil

Pereira,Samantha Aquino; Fabré,Nidia Noemi
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
38.03455%
As comunidades tradicionais da várzea amazônica ocupam uma variedade de ambientes adaptadas às variações sazonais impostas pelo pulso de inundação, o que reflete no desenvolvimento de estratégias de uso e manejo dos recursos naturais. Neste trabalho foi avaliada a territorialidade dessas comunidades, observando a relação custo-beneficio da exploração pesqueira, madeireira e agrícola e sua relação com os conflitos sócioambientais oriundos da exploração de recursos naturais de uso comum em áreas de livre acesso. As entrevistas foram realizadas entre agosto de 2003 e novembro de 2004, atingindo 50% de cada comunidade estudada, na Costa do Canabuoca, município de Manacapuru. As variáveis utilizadas para avaliar a territorialidade foram: rendimento produtivo, econômico e distância percorrida para a exploração. Foram espacializados os ambientes usados para a exploração por meio do Sistema de Informação Geográfica (SIG). Os resultados indicam que a pesca é a atividade geradora de conflitos e territorialidade, produto da interação entre distribuição, disponibilidade, produtividade dos pesqueiros e organização político-institucional dos moradores, que se reflete na relação custo-beneficio.

‣ Território e territorialidade na APA de Guaraqueçaba - PR

Uejima, Henrique Shigueo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.910056%

‣ Aprendendo a pertencer: uma leitura da trezena de Santo Antônio em Pradoso enquanto territorialidade humana

Alves, Carley Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.91006%
The Novena of St. Anthony in Pradoso, is an annual celebration that takes place between June 1 and June 13. Since its preparation to the conclusion of the celebration are employed traditional knowledges and techniques, which are shared by the community. Such knowledges, built over generations, associated with popular religion, form it into the educational processes that build, through orality, practices and experiences of everyday life, the sense of belonging. An analysis of scenes, knowledges and subjects involved in the celebration, shows the form and content of practices capable of building symbolic territories of belonging. Thus, the Novena of St. Anthony in Pradoso, while an human territoriality, is designed as a locus of learning of belonging, reaffirming community values such as solidarity, service, brotherhood, integration, among others. While empirical reference for an analysis of the importance of belonging, the Novena of St. Anthony in Pradoso, offers subsidies for the production of knowledge, focused on understanding the need for a reconnection of technical and humanistic knowledges; A Trezena de Santo Antônio, em Pradoso, é um festejo anual, que se realiza entre os dias 1º e 13 de junho. Desde a sua preparação até a realização do festejo são empregados saberes e técnicas tradicionais...

‣ A territorialidade caiçara e os conflitos na Vila de Picinguaba (Parque Estadual da Serra do Mar ¿SP); The caiçaras¿s territoriality and conflicts in the Picinguaba¿s Village (State Park of Serra do Mar, São Paulo, Brazil)

Paula da Silva Bespalec
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
48.22158%
A organização socioespacial dos grupos caiçaras no Estado de São Paulo (Brasil) está relacionada, principalmente, à forma como historicamente o litoral norte foi produzido considerando-se os ciclos econômicos mercantis, que conferiram à região períodos de inclusão e de isolamento a depender dos interesses da política econômica mundial. Fato este que foi observado até o final do século XIX com o declínio da economia cafeeira nesta região. Do início do século XX até meados da década de 1950 a configuração territorial dessa área foi marcada pelo "tradicional" modo de vida caiçara, o qual nos períodos posteriores encontrou fatores que influenciaram na transformação da sua estrutura social. Dentre eles a expansão da industrialização e urbanização; a construção da Rodovia Rio-Santos e a criação do Parque Estadual da Serra do Mar (PESM - SP), incluindo o Núcleo Picinguaba em 1979. Assim sendo, este trabalho pretendeu desenvolver uma compreensão sobre a territorialidade de grupos de caiçaras no norte do litoral do estado de São Paulo - mais precisamente na Vila de Picinguaba inseridos na Zona Histórico-Cultural Antropológica estipulada pelo Plano de Manejo do Parque Estadual da Serra do Mar (2005/2006) - que no momento propõe a re-categorização da Vila - entendendo que essa parcela da população está mais relacionada ao contexto urbano...

‣ Na trilha dos Timbira : sustentabilidade e territorialidade Krahô

Costa, Renata Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
47.87424%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2013.; A presente tese tem por objetivo analisar a área ocupada atualmente pela etnia Krahô, no estado do Tocantins, de acordo com os conceitos de território e territorialidade, correlacionando-os com os princípios de sustentabilidade e bem viver a partir da visão indígena. Utilizou-se da análise do território histórico dos povos Timbira e de suas disputas territoriais, que culminaram na configuração espacial das Terras demarcadas pelo Estado brasileiro para usufruto desses povos. O etnomapeamento realizado no ano de 2009 na Terra Indígena Kraolândia é examinado enquanto ferramenta metodológica na construção de um Plano de Gestão Territorial das Terras Timbira. Diferentemente de outros estudos, que utilizam os mapas apenas como ilustrações ou figuras, a partir da metodologia do etnomapeamento foi possível produzir diversas representações cartográficas, classificadas como mapas mentais, mapas feitos à mão e mapas georreferenciados. Nesse sentido, procura-se valorizar e analisar a eficiência dos mapas e do etnomapeamento como metodologia construída no ‘mundo dos não-indígenas’, valorizando-os, ao mesmo tempo, enquanto representações do ‘mundo dos indígenas’. A tese apresenta o Plano de Gestão Territorial feito com os Timbira não somente como instrumento de manejo da área...

‣ Faxinais e caívas : identidades territoriais na região do Contestado (PR/SC)

Foetsch, Alcimara Aparecida
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 237f. : il. algumas color., maps., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
38.03455%
Orientadora : Profª. Drª. Cicilian Luiza Löwen Sahr; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa: Curitiba, 05/09/2014; Inclui referências; Área de concentração: Espaço, sociedade e ambiente; Resumo: Num cenário de mobilização política assiste-se a partir da década de 1980, no estado do Paraná, a busca da (re)construção de identidades territoriais faxinalenses por meio da atuação de associações, articulações, organizações não governamentais, academia/universidades, movimentos populares e poder público. Em contrapartida, na porção catarinense do Contestado, região vizinha, de similares características físico-naturais e histórico-geográficas, o Sistema aparenta invisibilidade. Neste destoante contexto, na presente Tese propõe-se analisar a territorialidade dos elementos que caracterizam o Sistema Faxinal na região do Contestado, localizada no limite político entre os estados do Paraná e Santa Catarina, buscando compreender sua consolidação, desarticulação e reminiscências na perspectiva das identidades territoriais. Para tanto, discute-se a forma com que vêm sendo construídas as identidades territoriais faxinalenses no Paraná e se investiga o que ocorreu com a territorialidade dos elementos que compõem o Sistema em Santa Catarina. No campo conceitual...

‣ TERRITORIALIDADE DA EDUCAÇÃO: AS ESCOLAS PÚBLICAS NAS ÁREAS CENTRAIS DE SÃO PAULO; TERRITORIALITY EDUCATION: THE PUBLIC SCHOOLS IN CENTRAL AREAS OF SÃO PAULO

Franca, Gilberto Cunha
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
47.91006%
O objetivo deste artigo é discutir a territorialidade da educação, como parte do conjunto das infraestruturas sociais. Ele analisa, mais especificamente, a situação de uma antiga escola localizada em Pinheiros, no Município de São Paulo. Trata-se da experiência dramática desta escola diante das transformações metropolitanas e educacionais, e que têm levado ao esvaziamento e ao fechamento de dezenas de estabelecimentos de ensino nas áreas mais centrais e valorizadas deste Município. O texto procura explicar como as forças sociais imbricadas em diferentes escalas geográficas evoluíram, e se enfrentaram, na configuração deste problema. Expõe-se, portanto, aqui, um estudo geográfico da educação e as tentativas de sujeitos dispersos de uma comunidade para preservar sua antiga escola.; This paper aims to discuss the territoriality of education as part of an ensemble of social infrastructures. It examines more specifically the situation of an old school located in Pinheiros (neighborhood of the city), in São Paulo. The dramatic experience of this school before the metropolitan and educational changes is analyzed, and how that has led to the evacuation and closing of dozens of schools in more central and valued areas of the city. The text seeks to explain how social forces embedded in different geographical scales evolved...